PUBLICIDADE
Topo

Desestruturação familiar é uma das principais causas da violência, segundo estudantes

Da Redação<br>Em São Paulo

06/07/2004 13h15

Na visão dos estudantes que acabaram de concluir o ensino médio, a desigualdade social, a falta de escolaridade e a desestruturação familiar são as principais causas da violência no país. Como conseqüência do problema, eles apontam a privatização do mercado de segurança, a lotação dos presídios e a falta de perspectiva. As informações foram compiladas a partir do estudo de 1,2 milhão de redações do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) de 2003.

O tema da redação do Enem foi "A violência na sociedade brasileira: como mudar as regras desse jogo?" Em quase todas os textos, as causas da violência são atribuídas ao ensino precário e à falta de investimentos necessários na educação e saúde.

As drogas, a perda de valores religiosos e éticos e a ausência de planejamento familiar também foram destacadas como motivos do problema. Como forma de solucionar o problema da violência, foi quase unânime a percepção dos participantes da necessidade de investimentos em educação e geração de empregos.

Os estudantes também apresentaram uma série de propostas para amenizar a situação, como revisão do Código Penal, investimento nas penitenciárias, desarmamento, resgate e cultivo de valores éticos e religiosos e reforma agrária, entre outras.

Com informações do MEC