PUBLICIDADE
Topo

Vestibular

No Recife, pessoas bloqueiam rua para permitir entrada de atrasado para prova do Enem 2012

Edmar Melo/UOL
Imagem: Edmar Melo/UOL

Carol Guibu

Do UOL, no Recife

04/11/2012 14h07

Uma grande torcida se formou em frente à Escola Estadual Brigadeiro Eduardo Gomes, um dos maiores locais de provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) da zona sul do Recife, nos segundos que antecederam o fechamento dos portões neste domingo (4).

Às 12h em ponto, horário local, seguranças e coordenadores do Enem fechavam os portões da escola quando as pessoas que estavam do lado de fora começaram a gritar "corre, corre!" para um candidato que, do outro lado da rua, tentava chegar a tempo. Ao mesmo tempo pediam para que os fiscais mantivessem os portões abertos até a chegada do retardatário.

O trânsito na rua em frente à escola impedia a travessia do estudante, que corria contra o tempo. Do outro lado da rua, ele gritava: "espera!", enquanto os seguranças já fechavam o portão com cadeado. Neste momento, a solidadriedade dos pais de outros estudantes, comerciantes e religiosos que aguardavam do lado de fora se mostrou.

Dois jovens de uma igreja que oravam pelos candidatos invadiram a pista e pararam o trânsito. Os veículos frearam, e o jovem correu até o portão que acabara de ser trancado. Aos gritos de "abre, abre", os fiscais permitiram a entrada da última pessoa a chegar ao local do exame. As pessoas aplaudiam, enquanto o rapaz corria em direção à sala de provas.

Ao contrário do que aconteceu ontem (3) na Unicap (Universidade Católica de Pernambuco, nesta tarde nenhum candidato ficou do lado de fora.

 

Vestibular