Enem

Após miojo e hino de time, redação do Enem terá mais rigor na correção

Edgard Matsuki*

Do UOL, em Brasília

O MEC (Ministério da Educação) confirmou nesta quarta-feira (8) as mudanças nos critérios de correção da redação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Redações que contarem com trechos desconectados com o resto do texto (como as que apresentaram receita de macarrão e trecho do hino do Palmeiras) vão receber nota zero. Até o momento, provas com esse perfil perdiam de 400 a 500 pontos. 

Polêmicas na redação do Enem

  • Reprodução

    Candidato escreve receita de miojo na redação do Enem e tira nota 560

  • Reprodução/Servidores do Inep

    Após miojo, Inep quer anulação de redações com gracinhas no Enem

A prova deste ano também vai ter correções mais rigorosas em relação a ortografia. De acordo com o ministro Aloizio Mercadante, erros ortográficos serão aceitos como excepcionais e sem reincidência. "Se estamos mudando o padrão, é porque não estamos satisfeitos". A mudança foi motivada por casos como o do estudante que tirou nota máxima na redação mesmo com diversos erros de ortografia.

Outro fator que mudou foi em relação a discrepância para as redações terem uma terceira avaliação. Até o Enem 2012, era preciso ter diferença de 200 pontos entre as notas dos avaliadores. Neste ano, a diferença para uma prova ter terceira avaliação será de apenas 100 pontos.

Em 2012, 21% das redações foram avaliadas por três pessoas. A expectativa é de que um terço das provas sejam corrigidas.

O órgão também informou que haverá um aumento no número de corretores e o aprimoramento do treinamento dos avaliadores. O critério para eliminar um avaliador do processo também foi alterado, haverá "monitoramento dos avaliadores com base em 33 parâmetros, com eliminação daqueles com desempenho inferior a 7 (numa escala de 0 a 10).

Em 2012, a eliminação ocorria quando o desempenho era inferior a 5". "Agora a gente vai descer o sarrafo", diz o ministro. diz o ministro da educação Aloizio Mercadante. No ano passado, 735 avaliadores foram retirados do processo. Se a nova nota valesse em 2012, esse número seria de cerca de 1.200 corretores.
 

Calendário

As inscrições do Enem 2013 começam na próxima segunda-feira (13). Os estudantes terão até 27 de maio para fazer a inscrição no exame e poderão realizar o pagamento da inscrição até o dia 29 de maio. O edital do Enem 2013 será publicado amanhã (9). 

Assim, como em anos anteriores, estudantes que estejam cursando o 3º ano do ensino médio em escola pública estão isentos do pagamento. Para o restante do público, a taxa é de R$ 35. Para este ano, o MEC espera até 6,1 milhões de inscritos.

As provas acontecerão nos dias 26 e 27 de outubro, o exame começará às 13h (horário de Brasília).

No primeiro dia, serão aplicadas as provas de ciências humanas e ciências naturais e o aluno terá 4 horas e 30 minutos para realizar a prova. No segundo dia, serão aplicadas as provas de linguagens e códigos, de matemática e a redação e o candidato terá 5 horas e 30 minutos.

* Com informações do Portal EBC

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos