Governo de SP gastará R$ 38,8 mi em reformas para ensino integral

Do UOL, em São Paulo

O governo do Estado de São Paulo vai gastar R$ 38,8 milhões para reformar 95 escolas que oferecerão ensino integral a partir de 2014. O montante será gasto com a implantação de laboratórios, refeitórios, salas de informática, banheiros e vestiários nas unidades escolares. 

Essa é a primeira fase do plano de expansão do programa Escola de Tempo Integral, em que os alunos ficam mais de 8 horas por dia nas instituições de ensino. 

Entre as escolas que receberão reformas estão 12 da diretoria de ensino da capital, seis de Americana e cinco de São Bernardo do Campo. (Confira aqui as escolas que oferecerão ensino integral na rede estadual em 2014).

Os alunos da rede privada que quiserem se matricular em escolas do programa devem fazer o cadastro na escola até o dia 30 de setembro. O programa oferece para alunos do ensino fundamental e médio atividades como orientação de estudos, prática de ciências, preparação acadêmica e para o mundo do trabalho. 

Professores

Professores e gestores que quiserem trabalhar no regime integral de ensino podem se inscrever até o dia 4 de outubro. A inscrição é feita pela internet.

São 2.000 vagas entre professores e gestores. Os convocados receberão gratificação de 75% sobre o salário para que se dediquem integralmente à escola escolhida. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos