PUBLICIDADE
Topo

Vestibular

Enem por escola 2012: três das 24 escolas que recorreram já obtiveram retificação

Do UOL, em São Paulo

27/11/2013 15h04

Um dia depois que as médias do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) por escola foram divulgadas, o Inep, por meio de nota técnica do Daeb (Departamento de Avaliação da Educação Básica), confirmou, nesta quarta-feira (27), que 24 instituições recorreram para pedir que as suas notas fossem divulgadas. O Daeb é um dos departamentos do Inep, autarquia do MEC responsável pela informação.

Três delas já obtiveram a resposta e, com isso, passam a figurar na lista de melhor avaliadas no Enem por escola. O caso que mais chama a atenção é do Objetivo Integrado, que ficou com maior média das provas objetivas no Brasil: 740,81. Também conseguiram as médias o Colégio Classe A do Mato Grosso do Sul (625,03) e o Integrado de Mogi das Cruzes Objetivo Colégio (675,16). 

O Inep informou que não há prazo para a revisão das notas das demais escolas que já pediram o reexame.

Enem 2012 por escola

  • Arte UOL

    Consulte a nota da sua escola e veja o ranking do seu Estado

Nota técnica

Em todos os casos, o Inep informou que as médias não foram disponibilizadas porque houve uma discrepância entre o número de alunos matriculados segundo o Censo Escolar 2012 e o número de inscritos no Enem do mesmo ano.

?Análises realizadas pela equipe técnica da Daeb constataram que em todos os casos, as escolas tiveram na base de inscritos do Enem 2012 mais estudantes concluintes que o total de estudantes concluintes presentes no Censo escolar de 2012, o que gera uma taxa de participação superior a 100%, o que impediu o cálculo da média?, informa a nota técnica do Inep a que o UOL teve acesso.

A diferença pode ocorrer porque são os alunos que informam a escola que concluíram o ensino médio. Em caso de erro no preenchimento do formulário de inscrição no Enem, a escola pode ter mais no exame do que os matriculados na instituição.

O Inep informou que todas as escolas que pediram a divulgação das notas terão as suas médias calculadas e disponibilizadas.
Na terça, os colégios informaram ao UOL que erros desse tipo poderiam ter sido corrigidos caso o Inep tivesse enviado os dados para checagem prévia, como foi feito em 2011. O Inep não informa o motivo da alteração do procedimento de confirmação dos dados. 

Vestibular