PUBLICIDADE
Topo

Vestibular

Até 12h desta quinta, MEC teve mais de 2,1 milhões de inscrições no Sisu

Do UOL, em São Paulo

09/01/2014 13h59

O Sisu (Sistema de Seleção Unificada) registrou 2.124.416 inscritos até as 12h desta quinta (9) segundo o MEC (Ministério da Educação). O sistema recebe inscrições até as 23h59 de amanhã (10).

O número ultrapassa o total de candidatos registrados na primeira edição de 2013 do Sisu, quando foram 1.949.958 inscritos. O recorde já havia sido batido no final do dia de ontem, com a marca de 2.004.110 canditatos.

Com 246.595 candidatos, Minas Gerais é a unidade da Federação com o maior número de inscritos até o momento. Em seguida, aparece o Estado de São Paulo com 239.717, seguido do Rio de Janeiro (191.413), Bahia (159.389) e Ceará (153.723).

Idade

Entre os mais de dois milhões de inscritos, 23,1% têm mais de 25 anos. A maioria dos inscritos no sistema tem entre 18 e 24 anos (52,8%). Outros 24,1% dos candidatos são estudantes de até 17 anos. Dentro os com mais de 25 anos, 11,6% são candidatos com mais de 30 anos.

Para Dilvo Ristoff, da Sesu (Secretaria de Educação Superior) do MEC, o percentual de alunos acima dos 25 anos referenda a democratização do ensino superior. "O que aconteceu nos últimos anos é que muitas das pessoas que perderam a idade do fluxo escolar esperado [entre 18 e 24 anos] está se inscrevendo e conseguindo entrar nas universidades públicas e gratuitas." Ristoff salienta que a democratização no ingresso no ensino superior se dá também em instituições privadas através do Prouni (programa de bolsas) e do Fies (programa de financiamento do curso superior).

No momento da inscrição no Enem 2013 (Exame Nacional do Ensino Médio), os estudantes com até 17 anos representavam 26% dos inscritos, 44% dos candidatos tinham entre 18 e 24 anos e 29% tinham mais de 25 anos. O exame nacional é usado não só para concorrer a uma vaga no ensino superior, mas também para concluir o ensino médio.

Requisitos mínimos

Para concorrer a uma vaga, o candidato deve ter feito o Enem 2013 e não pode ter tirado zero na redação (veja quais foram os critérios de correção). O MEC não cobra taxa de inscrição no sistema.

O candidato poderá se inscrever em até duas opções de vaga -- e precisa optar, no ato da inscrição, por participar de algum tipo de política afirmativa (cotas) ou por permanecer em "ampla concorrência"(sem bônus).

Durante o período de inscrição (até o dia 10 de janeiro), o interessado poderá alterar as opções de curso e também cancelar a participação no exame. A opção final é a que será considerada pelo sistema quando o prazo se encerrar.

Vestibular