Enem

Enem 2014 poderá ter detector de metais em locais de provas

Do UOL, em São Paulo

Os inscritos no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2014 poderão passar por revistas eletrônicas nos ambientes de prova, segundo o ministro Henrique Paim (Educação) informou na tarde desta quinta (8). As provas serão realizadas nos dias 8 e 9 de novembro.

O procedimento não implicará aumento de custos na operação, segundo o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), autarquia do MEC responsável pelo exame.

O objetivo, segundo o presidente do Inep, Chico Soares, é aumentar a segurança de modo geral. Ele explicou que a revista prevista no edital do Enem, que será publicado amanhã no Diário Oficial da União, poderá ser realizada a qualquer momento que o fiscal considerar necessário.

Esse tipo de equipamento, que é portátil, já é utilizado em outros concursos e pode acusar a presença de aparelhos celulares. Se o inscrito comprovar que não pode passar pelo procedimento (por motivos de saúde, por exemplo), ele será dispensado.

Paim chamou a atenção que os procedimentos de segurança foram aperfeiçoados e ampliados do ano passado para este ano. Há 3.281 pontos de atenção que devem ser observados na lista de controle do Inep.

O que é o Enem

O Exame Nacional do Ensino Médio foi criado em 1998 com o objetivo de diagnosticar a qualidade do ensino médio no país. Em 2009, o exame ganhou uma nova função: selecionar ingressantes nos cursos superiores de faculdades e universidades federais por meio do Sisu (Sistema de Seleção Unificada).

Também pode ser utilizado para concorrer a vagas em instituições privadas de ensino superior, por meio do Prouni (Programa Universidade para Todos) ou para obter financiamento pelo Fies (Fundo de Financiamento Estudantil).

Candidatos interessados em cursos técnicos também poderão usar a nota para concorrer a vagas pelo Sisutec (Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica).

Uma boa avaliação no Enem é também requisito para obter bolsa no Programa Ciência sem Fronteiras. O exame é usado ainda para certificação do ensino médio de estudantes maiores de 18 anos que não têm o documento.

É uma prova aplicada anualmente pelo MEC, por meio do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira). O exame é composto de 180 questões mais uma redação - ele é realizado em dois dias de prova, no segundo semestre.

 

 

 

 

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos