PUBLICIDADE
Topo

Vestibular

Enem não aceita desculpa esfarrapada para atraso; visite o local de prova

Marcelle Souza

Do UOL, em São Paulo

06/11/2014 15h01

Não adianta chorar, agarrar o portão ou tentar pular o muro do local de prova. Nos dias 8 e 9 de novembro, os candidatos inscritos no Enem 2014 (Exame Nacional do Ensino Médio) não podem se atrasar.

Sem tolerância, os portões serão fechados pontualmente às 13h (horário de Brasília). Por isso, verifique com antecedência que hora será no seu Estado, conforme o fuso horário.

O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) recomenda que os candidatos cheguem com uma hora de antecedência. Desse modo, o candidato poderá procurar a sala e se acomodar com tranquilidade.

A desculpa mais comum entre os atrasados é o trânsito --que pode ser mesmo imprevisível, mas não cola para os fiscais do exame. Por isso, é imprescindível que o estudante visite a escola antes do dia da prova e calcule o tempo que demora no trajeto. Com antecedência, ele também deve estudar roteiros alternativos, que podem ser usados em caso de imprevisto.

A regra é a mesma para quem vai de transporte público: problemas podem acontecer e, por isso, o candidato deve visitar o local antes e verificar quais são os caminhos possíveis. Nas grandes cidades, os sites das companhias de trânsito, metrô ou trem costumam publicar boletins sobre o funcionamento do serviço. Esses sites podem ser muitos úteis antes de sair de casa.

Há quem diga que perdeu a hora porque virou a noite estudando. A desculpa, que também não abre os portões no dia da prova, é a prova de quem estudar na véspera não é indicado. Aproveite a noite anterior para descansar e chegar relaxado para a prova.

Antes de sair de casa

O estudante deve levar o cartão de confirmação, um documento oficial com foto, caneta preta com tubo transparente, comida e água (já que a prova é demorada). Vale como documento oficial carteira de identidade, carteira de motorista, passaporte, carteira de trabalho, certificado de dispensa de corporação e certificado de reservista.

Quem perdeu o documento ou foi assaltado poderá realizar as provas, desde que apresente o boletim de ocorrência expedido por órgão policial há, no máximo, 90 dias do primeiro dia de aplicação do exame.

É melhor deixar em casa: lápis, caneta de material não transparente (só é permitida a de cor preta), lapiseira, borrachas, livros, manuais, impressões, anotações e eletrônicos, como calculadoras, celulares, tablets, mp3 e relógios. Não será autorizado ainda o uso de óculos escuros, bonés, chapéus, viseiras, gorros ou similares.

O aplicador oferecerá aos candidatos uma embalagem porta-objetos, onde deverá ser guardado o celular desligado e quaisquer outros equipamentos. Ela será lacrada, identificada pelo participante e mantida embaixo da carteira até a conclusão da prova.

O exame

O primeiro dia de prova terá duração de 4h30. No segundo dia, o candidato terá 5h30 para responder as questões e elaborar uma redação.

O exame será constituído de uma redação e quatro provas objetivas, contendo cada uma 45 questões de múltipla escolha. No sábado, serão realizadas as provas de ciências humanas e suas tecnologias e de ciências da natureza e suas tecnologias, com duração de 4h30, contadas a partir da autorização do aplicador para início das provas.

No domingo, serão realizadas as provas de linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e matemática e suas tecnologias, com duração de 5h30, contadas a partir da autorização do aplicador para início das provas.

Vestibular