Topo

Educação

Vestibular


Efemérides foram alguns dos destaques do primeiro dia de prova do Enem

Do UOL, em São Paulo

08/11/2014 20h01

De acordo com a avaliação dos professores ouvidos pelo UOL, o primeiro dia de provas do Enem apresentou uma boa diversidade de temas e cobrou dos candidatos uma combinação de conhecimento e boa interpretação.

Temas como os 100 anos da Primeira Guerra Mundial, os 50 anos do Golpe Militar, Comissão da Verdade, a Revolta do Vintém e a crise hídrica marcaram algumas das questões da prova.

Para Célio Tasinafo, diretor pedagógico do cursinho Oficina do Estudante, a prova no geral foi bem elaborada e exigiu conteúdos em diversos setores do conhecimento. “O aluno tinha que ter um domínio amplo para conseguir fazer as provas”, explicou.

O diretor de ensino do Sistema Ari de Sá, Ademar Celetônio, considerou a prova de ciências humanas “bem eclética e bem servida de conteúdos”.

“As questões de história e geografia ficaram dentro do previsto, mas não dependeu apenas da interpretação. Sociologia e filosofia, por exemplo, tiveram textos de difícil interpretação. Se o candidato não tivesse um conhecimento prévio ficaria difícil para responder”, acrescentou Giuseppe Nobilioni, coordenador de matemática do Curso e Colégio Objetivo.

Ciências da Natureza

Segundo os entrevistados, as partes de física e química foram bem conceituais e praticamente não tiveram contas. “Os textos exigiam muita interpretação e um bom conhecimento [dos candidatos]. Abrangeu quase todo o programa, coisa que não aconteceu nos anos anteriores”, explicou Nobilioni.

Ademar Celetônio destaca que das 14 perguntas de física que caíram no Enem, sete cobraram ondulatória e ótica. “Isso mostrou uma tendência muito forte do Enem cobrar esses dois assuntos.”

Já na área de biologia, os professores ouvidos afirmaram que a prova valorizou assuntos do cotidiano, com temas como evolução, célula tronco, cordão umbilical, vacinas e meio ambiente. 

Questão de história com problema

Professores do cursinho Anglo acreditam ter encontrado um problema na questão 44 da prova branca. A pergunta fala sobre a Revolução do Vintém, protesto contra o aumento da passagem de bonde no Rio de Janeiro.

Luiz Ricardo Arruda, coordenador do Anglo, afirma que existem três respostas válidas para esta pergunta: as alternativas B (Proteger o patrimônio privado), C (Salvaguardar o espaço público) e D (Conservar o exercício do poder).

Mais Vestibular