Topo

Educação

Vestibular


Site do Enem tem instabilidade e Inep sugere horários alternativos

Erro encontrado por candidatos que tentam fazer inscrição no site do Enem 2015 - Reprodução
Erro encontrado por candidatos que tentam fazer inscrição no site do Enem 2015 Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

26/05/2015 14h34

O site do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2015 sofre instabilidade e vem frustrando candidatos que tentam sem sucesso fazer inscrição desde ontem (25). Segundo o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), o sistema está lento devido ao grande número de acessos. 

O UOL testou o sistema por volta das 14h por três navegadores diferentes e não obteve sucesso. No Twitter, candidatos afirmam que a página está fora do ar postando prints do erro "404 - Not Found".

Questionado, o Inep sugeriu que os candidatos fizessem as inscrições em "horários alternativos": no começo da manhã e no final da noite (depois das 20h). Das 10h às 19h desta segunda, 410 mil candidatos haviam conseguido fazer a inscrição, segundo o MEC (Ministério da Educação).

As inscrições para o Enem devem ser realizadas pela internet, no site http://enem.inep.gov.br/ até as 23h59 do dia 5 de junho. A taxa de inscrição será de R$ 63. O prazo final para o pagamento do boleto será no dia 10 de junho, às 21h59.

O participante concluinte do ensino médio no ano de 2015, matriculado em qualquer modalidade de ensino em escola da rede pública, será automaticamente isento do pagamento da taxa. Também será possível solicitar isenção do pagamento mediante declaração de carência no momento da inscrição.

As provas do Enem serão aplicadas nos dias 24 e 25 de outubro. No primeiro dia, serão aplicadas as provas de ciências humanas e ciências da natureza. No segundo, serão os exames de linguagens, códigos e suas tecnologias, matemática e redação. Nos dois dias, as provas começam às 13h30 (horário de Brasília), com abertura dos portões às 12h.

O que é o Enem?

Exame Nacional do Ensino Médio foi criado em 1998 com o objetivo de diagnosticar a qualidade do ensino médio no país. Em 2009, o exame ganhou uma nova função: selecionar ingressantes nos cursos superiores de faculdades e universidades federais por meio do Sisu (Sistema de Seleção Unificada).

Também pode ser utilizado para concorrer a vagas em instituições privadas de ensino superior, por meio do Prouni (Programa Universidade para Todos) ou para obter financiamento pelo Fies (Fundo de Financiamento Estudantil).

Candidatos interessados em cursos técnicos também poderão usar a nota para concorrer a vagas pelo Sisutec (Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica).

Uma boa avaliação no Enem é também requisito para obter bolsa no Programa Ciência sem Fronteiras. O exame é usado ainda para certificação do ensino médio de estudantes maiores de 18 anos que não têm o documento.

É uma prova aplicada anualmente pelo MEC, por meio do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira). O exame é composto de 180 questões mais uma redação - ele é realizado em dois dias de prova, no segundo semestre.

Mais Vestibular