PUBLICIDADE
Topo

Vestibular

Jovem viaja 2.630 km em 3 dias para prestar Enem pela 3ª vez

5.nov.2016 - Josinaldo de Sousa, 24, fez um percurso de três dias de viagem de ônibus da pequena Colônia do Piauí (PI) a São Paulo para prestar o Enem neste sábado - Junior Lago/UOL
5.nov.2016 - Josinaldo de Sousa, 24, fez um percurso de três dias de viagem de ônibus da pequena Colônia do Piauí (PI) a São Paulo para prestar o Enem neste sábado Imagem: Junior Lago/UOL

Janaina Garcia

Do UOL, em São Paulo

05/11/2016 12h50Atualizada em 07/11/2016 10h07

A indefinição sobre fazer o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2016 agora ou em dezembro, por conta das universidades e dos colégios ocupados pelo país, foi apenas mais um obstáculo a ser superado pelo estudante Josinaldo de Sousa, 24, candidato pela terceira vez.

Não é para menos: o jovem fez um percurso cansativo de três dias de viagem, de ônibus, da pequena Colônia do Piauí (PI) a São Paulo. Além dos 2.630 km de distância, o veículo quebrou e precisou de reparo no meio do caminho, conta o estudante.

Ele deixou a cidade na quarta e chegou à capital paulista neste sábado (5), às 7h --cinco horas antes da abertura dos portões na Uninove, na Barra Funda, maior local de aplicação do Enem em São Paulo. 

"É diferente prestar Enem este ano, nesse clima de ocupações. Acho que presto em desvantagem em relação aos que farão a prova em 3 e 4 de dezembro --eles terão um mês a mais para se preparar", avalia, referindo-se aos mais de 270 mil candidatos que tiveram a prova do Enem adiada por conta das ocupações.

Sobre a viagem, o jovem admitiu: não conseguiu estudar durante o percurso. "É muito barulho, é cansaço, é gente falando o tempo todo... não consigo", diz. De acordo com ele, a viagem à capital paulista, agora, não teve como razão apenas o Enem, mas uma mudança mais ampla: ele quer trabalhar e vai morar com o tio. 

Nos vestibulares, Sousa vai tentar vaga no curso de direito. Em 2012, conseguiu passar em educação física na UFPI (Universidade Federal do Piauí), mas perdeu a vaga porque não fez a matrícula no prazo. "É que a internet na minha terra... só por misericórdia de Deus! Aí, perdi o prazo", justifica.

O tio do rapaz, o aposentado Luís Costa Filho, 65, se disse orgulhoso do esforço dele. "Josinaldo é um menino muito estudioso, merece demais ir bem no Enem e conquistar a vaga que ele tanto sonha. Agora, vai, tenho aqui para mim", afirmou.

Enem 2016

O Enem será realizado em todo o Brasil neste sábado e domingo (6). A nota do exame é aceita por dezenas de universidades públicas e privadas como parte do processo seletivo para o acesso às vagas.

UOL terá o gabarito extraoficial e resolução comentada, feita pelos professores do Curso e Colégio Objetivo a partir das 18h.

Os portões dos locais de prova onde o exame será realizado neste sábado foram abertos às 12h (horário de Brasília) e serão fechados às 13h (horário de Brasília). A prova, que terá duração de 4h30, será iniciada às 13h30 (horário de Brasília).

O exame deste ano está sendo marcado pela polêmica em torno da ocupação de pelo menos 400 escolas em diversos Estados do Brasil por estudantes que protestam contra a PEC (Proposta de Emenda Constitucional) 241, que estabelece um teto para despesas do governo, e a MP (Medida Provisória) 786, que prevê a reforma do ensino médio.

Para os alunos que iriam fazer as provas do Enem em escolas que foram ocupadas, o exame será aplicado nos dias 3 e 4 de dezembro, segundo o Inep.

Vestibular