Topo

Vestibular


No Rio, candidatos que perderam o Enem culpam o trânsito por atraso

Marco Antonio Teixeira/UOL
Camila Ferreira, 18, que perdeu a prova neste sábado (5), culpou o trânsito pelo atraso Imagem: Marco Antonio Teixeira/UOL

Hanrrikson de Andrade

Do UOL, no Rio

2016-11-05T13:53:52

05/11/2016 13h53

No Rio de Janeiro, candidatos que chegaram atrasados ao primeiro dia do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) neste sábado (5) culparam o trânsito por perderem a prova. Uma candidata chegou a trocar o ônibus pelo taxi para chegar a tempo, mas não conseguiu.

Os portões nos locais de prova do Enem em todo o Brasil ficaram abertos das 12h às 13h (horário de Brasília). Às 13h, os portões foram fechados e os candidatos atrasados não puderam chegar às salas onde as provas são realizadas.

A estudante Giuliana Aquino, 16, que pretende cursar jornalismo, afirmou ter levado uma hora para fazer um trajeto que, normalmente, levaria menos de 20 minutos. “Estava tudo parado”, afirmou ela.

Camila Ferreira, 18, que pretende cursar direito, disse ter saído do bairro de Pilares, na Zona norte carioca, às 10h30. Ela e a mãe pegaram um ônibus e, depois de observarem que não daria tempo, saltaram e chamaram um táxi. Ainda assim, o esforço não foi suficiente.

“O trânsito estava muito complicado. Fizemos de tudo”, disse ela. A mãe de Camila, Roberta Chagas, 35, ficou irritada com a equipe de segurança da Universidade Veiga de Almeida. Segundo ela, a filha chegou pontualmente às 13 horas, segundos antes do fechamento dos portões, mas foi impedida de entrar. “Infelizmente, vamos ter que aceitar”, disse.

Mais Vestibular