Topo

Universidade em SE suspende aulas após receber suposta ameaça de atentado

Reprodução/Facebook/Unit
Aluno que estuda no campus Farolândia da Unit ameaçou cometer atentado Imagem: Reprodução/Facebook/Unit

Aliny Gama

Colaboração para o UOL, em Maceió

2019-06-11T09:38:04

11/06/2019 09h38

As aulas da Unit (Universidade Tiradentes), em Aracaju (SE), devem retornar hoje após todos os campus de Sergipe serem fechados ontem, às pressas, devido a uma suposta ameaça de atentado. Um estudante do campus Farolândia teria informado, por meio de mensagens, que iria fazer um massacre, ao invadir a universidade matando professores e colegas e depois se suicidar.

Policiais foram acionados para investigar a origem das mensagens e garantir a segurança de estudantes e professores. A SSP/SE (Secretaria de Segurança Pública) informou que ninguém foi preso.

Segundo a polícia, o suposto autor das ameaças é estudante do curso de engenharia de produção. O nome do estudante não foi divulgado pela Unit e nem pela polícia. Ele foi internado em uma clínica psiquiátrica em Aracaju.

A ameaça de atentado causou pânico na manhã de ontem entre estudantes e professores. Quem estava na universidade tentou ir embora do campus da Unit com medo de ser encontrado pelo suposto atirador.

Eles receberam informações pela internet sobre o suposto plano do aluno de invadir o campus para matar a tiros quem encontrasse pela frente e, em seguida, se matar.

"Todo mundo desesperado sem querer ir pra Unit, com medo desse atentado e eu preocupada com a prova", escreveu uma estudante.

"Rolando boatos que tem um cara ameaçando fazer um atentado na Unit. Eu sozinha na biblioteca e as amigas arquitetando um plano de fuga no grupo enquanto a aula não acaba", contou uma estudante identificada pelo nome de Bárbara.

A família do jovem informou que ele foi internado e medicado logo depois que souberam da situação. A irmã do rapaz, cuja identidade será preservada, disse que ele está com depressão e que a "pressão" para o término no TCC (Trabalho de Conclusão de Curso), além de perdas familiares, podem ter influenciado o estado psicológico do estudante.

"Nesses últimos anos vieram acontecendo várias coisas na família. Perdemos minha mãe, seis meses depois quase perdemos meu pai. Ele ficou em cima três meses. Minha avó faleceu tem um ano. Tem a pressão desse TCC que ele caiu de cara nos estudos, de uns dias pra cá. Então, tudo isso foi se juntando na cabeça do meu irmão e ele caiu em depressão, a ponto de querer tirar a própria vida e a vida dos outros", relatou a irmã.

A Unit informou que tomou todas as providências cabíveis para "garantir a segurança de alunos e colaboradores" e as aulas serem retomadas hoje. Segundo a universidade, os representantes da instituição acompanharam toda ação de segurança para prestar o apoio necessário aos envolvidos.

"Em virtude de mensagens divulgadas nas redes sociais que levantavam a possibilidade de risco à comunidade acadêmica, de modo rigoroso e preventivo, suspendemos as nossas atividades nesta segunda-feira, 10, em todas as unidades; e acionamos a segurança pública, diante de um contexto social de especulações e comoção", informou.

Presos por ataque a Suzano vão responder por homicídio

Band Notí­cias

Mais Educação