Topo

Alvo de investigação, Universidade Brasil sofre sanções do MEC

Polícia Federal cumpriu mandados na Universidade Brasil em setembro - Divulgação - 3.set.2019/PF
Polícia Federal cumpriu mandados na Universidade Brasil em setembro Imagem: Divulgação - 3.set.2019/PF

Nathan Lopes

Do UOL, em São Paulo

16/10/2019 12h35Atualizada em 17/10/2019 07h34

Resumo da notícia

  • Universidade é investigada por fraudes envolvendo o curso de Medicina
  • Donos da instituição chegaram a ser presos pela PF em setembro
  • Vagas no curso eram negociadas por até R$ 120 mil, dizem alunos
  • Universidade não poderá receber novos alunos para Medicina

O MEC (Ministério da Educação) aplicou sanções à Universidade Brasil após o início de investigações sobre fraudes no Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) envolvendo o curso de Medicina. Em setembro, a instituição de ensino foi alvo de uma operação da PF (Polícia Federal) e de pedido de abertura de inquérito por parte do MPF (Ministério Público Federal).

Em portaria publicada na edição de hoje do DOU (Diário Oficial da União), o MEC aplicou medidas cautelares à universidade. Entre elas, está a proibição de transferência ou entrada de novos alunos no curso de Medicina.

Também foi suspensa a participação da instituição no ProUni (Programa Universidade para Todos) e no Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego), e de celebração de novos contratos do Fies.

A Universidade Brasil é alvo de investigações e ações da Procuradoria da República em Jales (SP) por irregularidades na criação e no preenchimento de vagas no curso de Medicina em Fernandópolis (SP).

Segundo denúncias de alunos, vagas para o curso eram negociadas por R$ 120 mil. A atuação de um ex-diretor do MEC no esquema é investigada.

Os donos da universidade foram presos em setembro pela Polícia Federal. Eles já foram libertados.

Na portaria de hoje, o MEC determina que a Universidade Brasil faça a divulgação das sanções em sua página na internet.

Em nota, a instituição de ensino disse que "uma nova reitoria foi instituída há cerca de uma semana e que está tomando conhecimento da situação atual e dos processos institucionais e regulatórios da universidade".

Reitor foi um dos presos pela PF em operação no início de setembro

Band Notí­cias

Educação