PUBLICIDADE
Topo

Esse conteúdo é antigo

Estudantes de São Paulo vão ter apoio psicológico à distância na quarentena

Do UOL, em São Paulo

18/05/2020 13h17

Estudantes de São Paulo vão receber atendimento psicológico à distância para lidar com dificuldades relacionadas à pandemia do novo coronavírus, informou hoje a Secretaria Municipal de Educação. Em parceria com o Instituto Liberta, foi criado um site para atender adolescentes que queiram dividir suas angústias no período de isolamento social: http://naapa.com.br/.

Além de um bate-papo coletivo entre os jovens participantes, será realizado atendimento personalizado, prestado por educadores que atuam no Núcleo de Apoio e Acompanhamento, no horário de 9h às 19h, de segunda a sexta.

O site é apresentado em linguagem descontraída com o objetivo de valorizar as falas e culturas produzidas nas periferias da cidade. O desenvolvimento do portal ocorreu após o aumento na solicitação de atendimento por crianças e adolescentes em busca de apoio para enfrentar o período de distanciamento social.

É importante ressaltar, diz a Secretaria de Educação, que a ferramenta não servirá como espaço para a realização de atendimento clínico ou psicoterapêutico, mas como um lugar de diálogo mediado por psicólogos e psicopedagogos.

Casos considerados mais graves poderão ser encaminhados para a área da Saúde, Assistência Social, Conselho Tutelar ou outros do Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do adolescente.

A Secretaria Municipal de Educação também criou um portal que reúne informações das ações adotadas no período da pandemia de covid-19.

Núcleo de Apoio e Acompanhamento para a Aprendizagem

O NAAPA é formado por um grupo de professores que são psicólogos e psicopedagogos que vieram de diferentes escolas da cidade. Cada uma das 13 Diretorias Regionais de Educação (DREs) de São Paulo possui uma equipe de atendimento nas Escolas Municipais.

Instituto Liberta

O Instituto Liberta foi criado no final de 2016 a partir de uma ideia do filantropo Elie Horn, membro do Giving Pledge (organização filantrópica de Bill e Melinda Gates, nos EUA), que assumiu o compromisso de doar parte do seu patrimônio pessoal para causas sociais e elegeu como missão combater a exploração sexual de crianças e adolescentes no Brasil.

O Liberta tem como objetivo o enfrentamento à exploração sexual de crianças e adolescentes no Brasil em todas as suas formas.