PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Prefeitura de Belo Horizonte libera aulas presenciais do ensino médio

Imagem meramente ilustrativa; Cada unidade de ensino precisa definir a quantidade de alunos que irá receber, respeitando distância - Getty Images
Imagem meramente ilustrativa; Cada unidade de ensino precisa definir a quantidade de alunos que irá receber, respeitando distância Imagem: Getty Images

Colaboração para o UOL

23/07/2021 10h57Atualizada em 23/07/2021 13h04

A Prefeitura de Belo Horizonte liberou a volta ao ensino presencial para alunos do ensino médio. A decisão foi publicada na edição do DOM (Diário Oficial do Município) de hoje.

As atividades nas escolas da capital para essa faixa etária estão liberadas para início imediato, sem restrições de horário, de segunda-feira a sábado. Mesmo assim, o retorno é facultativo e a decisão cabe às famílias.

Até o momento, só tinham voltado para o ambiente escolar presencial os alunos do ensino infantil e fundamental. Não há, ainda, previsão de retorno para o ensino superior.

Para uma retomada segura, a prefeitura recomenda que as instituições de ensino sigam as medidas sanitárias de distanciamento, uso de máscara, álcool em gel e lavagem de mãos, já existentes, previstas e descritas em outro decreto.

Também é indicado que as escolas organizem horários de entrada e saída dos estudantes, para evitar aglomerações. Cada unidade de ensino precisa definir a quantidade de alunos que irá receber, respeitando uma distância mínima de dois metros entre eles. Janelas e portas devem ficar sempre abertas para que o ar circule nos ambientes.

O retorno foi possível porque, segundo o MR (Matriciamento de Risco) divulgado pela prefeitura chegou a 85% ontem. O cálculo considera a incidência de covid-19 a cada 100 mil habitantes e sua tendência, a taxa de mortalidade e sua tendência, conforme explica a prefeitura.

O índice, que indica a taxa de normalidade, é usado para avançar na abertura de instituições de ensino em Belo Horizonte. Ele é divulgado diariamente no boletim epidemiológico, junto a outros números sobre a pandemia na capital.

Segundo os últimos dados da secretaria Municipal de Saúde, todos os indicadores estão na faixa amarela, de atenção. O RT (número médio de transmissão por infectado) está em 1, enquanto a ocupação de leitos de UTI marca 59,5% e a de enfermaria 50,5%.

Na capital mineira 58,4% do público-alvo total já recebeu a primeira ou a dose única de vacinas contra a covid-19. Já completaram o esquema vacinal, ou receberam o imunizante de dose única, 24,1% dos elegíveis para recebê-las.