PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
15 dias

Este ano já foram abertas 21% mais ações contra o Enem do que em 2020

Os motivos dos processos não foram especificados na resposta ao pedido de informação feito à AGU - Gabriel Moreira/UOL
Os motivos dos processos não foram especificados na resposta ao pedido de informação feito à AGU Imagem: Gabriel Moreira/UOL

Do UOL, em São Paulo

10/11/2021 18h58

Entre janeiro e setembro deste ano, já foram abertos 782 processos judiciais contra o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). O número é 21% maior do que o registrado ao logo de todo o ano de 2020, quando foram abertos 645 processos.

Os dados são da Procuradoria-Geral Federal, órgão vinculado à AGU (Advocacia-Geral da União), e foram obtidos via LAI (Lei de Acesso à Informação) pela Fiquem Sabendo, agência de dados especializada no acesso a informações públicas.

De acordo com as informações da procuradoria, em 2020 foram abertas ações judiciais em 15 estados da federação e em 2021 já foram abertas em ações em 24 estados. Os que não tiveram processos foram:

Em 2020

  • Alagoas
  • Ceará
  • Espírito Santo
  • Mato Grosso do Sul
  • Paraná
  • Rio de Janeiro
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • Tocantins

Em 2021

  • Alagoas
  • Roraima
  • Tocantins

Tanto em 2020, quanto em 2021, o Distrito Federal é o lugar com o maior número de processos — foram 334 no ano passado e 191, por enquanto, este ano.

O estado de São Paulo, por sua vez, vive em 2021 um aumento vertiginoso na quantidade de processos. Enquanto em 2020 foram apenas 16, até agora já foram 155 ações.

Os motivos dos processos não foram especificados na resposta ao pedido de informação feito pela Fiquem Sabendo. A reportagem do UOL também entrou em contato com o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira), órgão responsável pelo Enem, mas ainda não recebeu um posicionamento.