PUBLICIDADE
Topo

Professor policial ensina com dancinhas e conquista alunos no TikTok

Professor não imaginava a rapidez das redes sociais ao publicar o vídeo cantando em sua aula de geografia - Imagem: Acervo Pessoal
Professor não imaginava a rapidez das redes sociais ao publicar o vídeo cantando em sua aula de geografia Imagem: Imagem: Acervo Pessoal

Marcela Schiavon

Colaboração para o UOL, em Santo André (SP)

04/07/2022 19h09Atualizada em 04/07/2022 19h29

Iuri Lessa, 30, policial militar e professor de geografia, leciona em cursinhos de Salvador, no Colégio da Polícia Militar e em casas de concursos da cidade. Após muita insistência de seus alunos, criou uma conta no TikTok e publicou vídeos da aula. O jeito divertido, com música e dancinhas, e o conteúdo em si chamou muito a atenção. Desde o dia 1º de junho, uma de suas publicações contabiliza 4,5 milhões de visualizações e mais de 705 mil curtidas.

"O lúdico influencia diretamente em tudo e a música tem um poder de persuasão muito bom
Iuri Lessa

"Ah, se eu tivesse um professor como esse" e "Leo Santana ensinando geografia!" são alguns dos comentários recentes em seu vídeo. Mas Iuri, também conhecido como prof. Xelão, ressalta que seu foco esta em preparar os seus alunos para cursarem o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

E foi pensando nisso que ele decidiu criar o "Manual da Fuleiragem", que conta com 15 músicas de assuntos distintos com o objetivo de auxiliar em qualquer concurso ou prova de humanas. Uma delas se popularizou nos últimos dias.


Xelão conta que queria seguir carreira militar, mas a escola era um lugar guardado em seu coração; Então, como professor, criou macetes para ajudar os pré-vestibulandos.

O professor relutou em deixar que o conteúdo parasse na internet, mas depois de muito pedirem, conseguiram convencê-lo. A primeira música que publicou foi a respeito do Pantanal, a segunda sobre maritimidade e continentalidade, e a terceira, e mais popular, biomas.

"Só não imaginava que os vídeos fossem fazer tanto sucesso, porque o objetivo principal era ajudar os alunos e entregar resultados. "A chave da mudança está na educação. O professor é aquele que vai cultivar o sonho junto com o aluno, então eu tenho que dar o meu melhor e os alunos (com os vídeos) estão multiplicando a informação", comenta.

Outra devolutiva importante era a dos responsáveis dos discentes, que notavam que o conteúdo diferente ajudava na sala de aula. Além de ganhar elogios como "o melhor professor da escola", agora também tem o apoio de outros policiais e professores.

"Conhecimento é construção. Precisamos ajudar uns aos outros", finaliza o professor Xelão.