Conteúdo publicado há 7 meses

SP: Coordenador pedagógico é exonerado após UOL revelar erros em materiais

O coordenador pedagógico da secretaria estadual de Educação, Renato Dias, foi demitido após a crise em materiais didáticos produzidos pelo governo de Tarcísio de Freitas (Republicanos).

O que aconteceu:

Dias foi demitido uma semana após o UOL revelar erros em materiais digitais produzidos pela Secretaria de Estado de Educação. Os graves problemas de informação estavam em disciplinas como história e biologia.

Um dos materiais, para alunos do ensino fundamental, dizia que Dom Pedro 2º, e não sua filha, a Princesa Isabel, assinou a Lei Áurea, em 1888, acabando com a escravidão no Brasil.

Renato Dias era responsável pela área pedagógica. Na semana passada, a Secretaria de Educação afirmou que havia afastado os responsáveis pelos "graves erros".

Quem assume o cargo é Bianka de Andrade Silva. A nomeação foi publicada hoje no Diário Oficial.

Dias era considerado um homem de confiança do secretário da Educação, Renato Feder, segundo informações do Estadão.

Os slides são uma proposta do governo paulista para ter um material 100% digital produzido pela pasta. Em agosto, o secretário Feder chegou a anunciar que a gestão Tarcísio recusaria os livros do PNLD —algo inédito para o estado. Especialistas e professores criticaram a proposta, e o assunto virou alvo da Justiça. O governo paulista recuou.

Errata:

o conteúdo foi alterado

  • Diferentemente do publicado na primeira versão deste texto e na home page do UOL, Renato Dias não ocupava o cargo de número 2 na Seretaria de Educação. A matéria foi corrigida e atualizada.

Deixe seu comentário

Só para assinantes