Conteúdo publicado há 5 meses

Ministro nega cancelar o Enem após vazamento: 'De forma alguma'

O ministro da Educação, Camilo Santana, descartou a possibilidade de cancelar o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) após o vazamento de imagens da prova. "De forma alguma", disse Santana sobre a hipótese após reunião com Lula no Palácio do Planalto hoje.

O que aconteceu

Imagens da prova de ontem, primeiro dia do Enem, foram divulgadas antes do permitido pelo Edital. A saída com o conteúdo do Exame só é permitida a partir das 18h30.

O vazamento já está sendo investigado pela Polícia Federal. De acordo com o ministro da Educação, duas diligências já foram realizadas: uma em Pernambuco e outra do Distrito Federal.

O presidente do Inep, Manuel Palacios, afirmou ontem em coletiva que o vazamento ocorreu depois dos portões dos locais de prova estarem fechados. Apesar de reconhecer o ato como um delito, ele disse que isso não atrapalhou o andamento.

Deixe seu comentário

Só para assinantes