Matrículas para escolas ocupadas em Goiás têm de ser feitas, diz MP

Em Sorocaba (SP)

O Ministério Público de Goiás mandou a Secretaria de Educação, Cultura e Esportes do Estado fazer a matrícula dos alunos que estudam nas 25 escolas ocupadas por estudantes no Estado. A secretaria estava condicionando a matrícula à desocupação dos estabelecimentos. Os prédios foram tomados pelos alunos desde meados de dezembro em protesto contra decisão do governo estadual de transferir a gestão das escolas para organizações sociais.

Pais de alunos entenderam que a pasta estadual estava fazendo pressão para a desocupação das escolas e procuraram o Ministério Público. Na quinta-feira (14), o MP convocou a secretária de Educação, Raquel Teixeira, que firmou um acordo. Nesta sexta-feira, 15, os estudantes de escolas ocupadas começaram a fazer matrículas ou requerer transferência diretamente no prédio da pasta, em Goiânia. O início das aulas está previsto para o próximo dia 20.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos