MEC notifica 30 universidades por problemas no número de estudantes que fizeram Enade

Do UOL, em São Paulo

O MEC (Ministério da Educação) divulgou nesta sexta-feira (23) que notificou 30 instituições de ensino superior por "inconsistência dos dados" entre o número de alunos registrados pelo Censo e o total de estudantes que fizeram o Enade (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes). 

Na quinta (22), o órgão anunciou que irá fazer uma auditoria na Unip (Universidade Paulista) por causa de uma suposta fraude na prova que avalia as universidades.

De acordo com o ministério, nessas 30 faculdades, o número de alunos no terceiro ano era muito superior ao dos que prestaram o Enade, o que poderia indicar que elas deixavam somente os melhores alunos fazerem a prova. O resultado do Enade influi diretamente na "nota" da instituição.

O ministério afirmou que já recebeu resposta de algumas, sem, no entanto, precisar quantas. A notificação foi feita no começo do mês de março. O órgão também não disse quais universidades foram notificadas.

Unip

O MEC decidiu instalar uma auditoria de 60 dias na Unip para aprofundar as investigações sobre uma possível fraude no Enade. No suposto esquema, a Unip "escondia" os alunos com baixo desempenho ao somente lançar as notas deles após o fim das inscrições para a prova. Só pode prestar o exame quem tem, pelo menos, 80% da carga horária do curso cumprida e for provável concluinte. De acordo com o jornal, somente os melhores estudantes tinham as notas lançadas a tempo. As boas notas são utilizadas pela instituição como propaganda de seus cursos.

O MEC anunciou também que serão feitas visitas de avaliação in loco em todos os cursos da Unip em fase de renovação de reconhecimento.
A Unip disse ontem, em nota, que não havia sido comunicada da decisão. "Não recebemos, até o momento, nenhuma comunicação do MEC sobre o assunto. No entanto, estamos tranquilos com relação a notícia", afirma.

São Marcos

Além da auditoria da Unip, o MEC decidiu descredenciar a Universidade São Marcos, de São Paulo, após verificar irregularidade na oferta de cursos. Entre elas, o descumprimento de medidas cautelares determinadas pelo ministério em função do baixo desempenho da instituição nas avaliações da pasta.

Em nota publicada no site da universidade, a reitora Maria Aurélia Varella afirmou que estava "esperando a publicação oficial da medida e, obviamente, obedeceremos o que for determinado". A reitora contou que ficou sabendo do fechamento por meio de um jornalista e que depois conferiu a notícia no site do MEC. A nota da reitoria foi acessada na manhã desta sexta-feira (23), no site da instituição, e por volta das 13h já não estava mais disponível para consulta. A reportagem tentou entrar em contato com a universidade para saber o que aconteceu, mas não teve êxito.

O descredenciamento significa, na prática, o encerramento das atividade da São Marcos. Os cerca de 2 mil alunos da instituição devem ser transferidos para outras faculdades. A São Marcos tem 90 dias para providenciar a mudança e entregar toda a documentação acadêmica aos alunos.

Mudanças no Enade

Após a suspeita de fraude no Enade, o MEC implantou mudanças no exame. Agora, além dos formandos em 2012, também estão obrigados a participar da avaliação os estudantes que tenham expectativa de conclusão do curso até agosto de 2013, assim como aqueles que tiverem concluído, até o término das inscrições, mais de 80% da carga horária mínima do currículo do curso da instituição de educação superior.

Últimas de Educação



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos