Canadá e Estados Unidos são destinos favoritos de brasileiros para intercâmbio, diz estudo

Patrícia Basílio
Do UOL, em São Paulo

Conhecer outras culturas e trazer muito conhecimento na bagagem. Esse é objetivo dos aproximadamente 215 mil brasileiros que investiram em intercâmbios em 2011, segundo levantamento realizado pela Belta (Associação Brasileira de Operadores de Viagens Educacionais e Culturais).

Na lista dos destinos favoritos para intercâmbio, o Canadá é o primeiro colocado, segundo 71 agências consultadas pela Belta em 2011. No segundo lugar, estão os Estados Unidos e, em terceiro, o Reino Unido.

Destinos preferidos dos brasileiros para intercâmbio
Veja Álbum de fotos

A mesma ordem é vista quando a pesquisa é dividida por idioma. Canadá vem como primeira opção para 60% dos alunos que querem aprender inglês, seguido por Estados Unidos (21,1%) e Reino Unido (15,5%).

A França aparece como a principal escolha para brasileiros que desejam falar francês (76%), seguida pelo Canadá, com suas regiões francófonas, com quase 17% da preferência.

Para estudar o espanhol, a Espanha fica na frente com mais de 70% dos estudantes. Argentina e Chile estão logo em seguida com 19,7% e 2,8%, respectivamente.

Inglês

Segundo agências de intercâmbio consultadas pelo UOL Educação, a grande maioria dos pacotes contratados por brasileiros são destinados ao aprendizado do inglês -- o que justifica os três primeiros lugares do ranking de preferências: Canadá, EUA e Reino Unido.

O Canadá, líder na preferência dos brasileiros, ganha cada vez mais adeptos por ser próximo geograficamente do Brasil e ter pacotes mais econômicos. Um mês de estudos no país com 20 horas de aula semanais pela STB é vendido por aproximadamente R$ 6.000 com passagens inclusas. “Muita gente aproveita o período de férias para conhecer o país e estudar”, complementa Passos.

Já os EUA e a Reino Unido permanecem no topo do ranking pela tradição e por abrigarem as mais renomadas universidades do mundo. 

“Ainda que esses destinos tenham deixado de ser as principais opções dos intercambistas, ainda são os preferidos quando o objetivo é o aprendizado do inglês”, avalia Luiza Vianna, gerente de produto da agência CI.

Quatro semanas de estudos em Nova York em casa de família pela CI, por exemplo, saem por a partir de US$ 2.670 (R$ 5.400), sem passagens aéreas. Em Londres, o custo é de aproximadamente 1.586 libras esterlinas (R$ 5.050).

Outros ares

Recentemente incluída na rota dos destinos mais procurados pelos brasileiros, a Irlanda recebe cada vez mais intercambistas interessados em unir educação à experiência profissional no exterior.

“O país é mais acessível financeiramente [entre outros da Europa], tem população hospitaleira e possibilita que estudantes acima de 18 anos, que façam intercâmbio acima de seis meses, estudem e trabalhem legalmente por meio período”, ressalta Fernanda Zocchio Semeoni, diretora de operações da Experimento Intercâmbio Cultural.

Um pacote para quatro semanas de estudos de inglês na Irlanda com 20 horas de aula semanais custa a partir de 1.751 euros (R$ 4.358), mais passagem aérea, segundo a CI.

Preço e identificação cultural e climática também são fatores determinantes na hora de fechar um pacote de intercâmbio, afirma Marina Passos, supervisora de vendas da STB. “A Austrália e a Nova Zelândia, por exemplo, se parecem muito com o Brasil porque a população é hospitaleira e não há muito frio”, detalha.

Um mês de aulas com 20 horas semanais nesses países pela STB, por exemplo, custa aproximadamente R$ 7.500 e R$ 6.500, respectivamente, com passagem aérea inclusa e moradia em casa de família.

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos