Inscrições para o Enem 2013 estão abertas; cadastro vai até 27/5

Do UOL, em São Paulo

As inscrições para o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2013 entraram no ar na manhã desta segunda-feira (13). O cadastro pode ser realizado no site www.sistemasenem2.inep.gov.br/inscricaoEnem, até as 23h59 de 27 de maio. 

O pagamento da taxa de inscrição do exame, de R$35, deve ser efetuado somente no Banco do Brasil, por meio da GRU Simples (Guia de Recolhimento da União). Ela deve ser gerada, exclusivamente, neste endereço eletrônico.

  • 8548
  • true
  • http://educacao.uol.com.br/enquetes/2013/05/13/por-que-voce-vai-fazer-o-enem-2013.js

O valor deve ser pago até o dia 29 de maio, sob pena de não ser confirmada a inscrição.

Estão isentos do pagamento os concluintes do ensino médio em 2013 matriculados em escola da rede pública de ensino e aqueles que comprovarem carência socioeconômica.

O número da inscrição e a senha deverão ser guardados, pois são indispensáveis para o acompanhamento do processo, para consulta e impressão do cartão de confirmação da inscrição, obtenção dos resultados individuais e inscrição em programas de acesso ao ensino superior, programas de bolsa de estudos e de financiamento estudantil, entre outros programas do Ministério da Educação.

No cartão de confirmação, que será enviado para o endereço do estudante, haverá o número de inscrição, data, hora, local de realização das provas, indicação do atendimento, opção de língua estrangeira, solicitação de certificação (se for o caso).

Atendimentos

Os estudantes que necessitarem de atendimentos diferenciado e específico, como pessoas com baixa visão, cegueira, deficiência física, deficiência auditiva, surdez, deficiência intelectual, surdocegueira, dislexia, déficit de atenção, autismo; e sabatistas, gestantes, lactantes, idosos ou estudantes em classe hospitalar, deverão informar na inscrição sua condição.

Mais sobre Enem

  • Shutterstock

    Enem ou vestibular: Veja as formas de ingresso no ensino superior

  • Arte UOL

    Veja algumas "pérolas" do Enem

  • Divulgação

    Em MG, preso é transferido para cursar educação física em federal

É possível solicitar prova em braile, com letra ampliada (fonte de tamanho 18 e com figuras ampliadas), prova com letra super ampliada (fonte de tamanho 24 e com figuras ampliadas), tradutor e intérprete de Libras (Língua Brasileira de Sinais), guia-intérprete para surdocego, auxílio para leitura, auxílio para transcrição, leitura labial, sala de fácil acesso e mobiliário acessível.

Provas

A aplicação do exame acontecerá nos dias 26 e 27 de outubro, às 13h (horário de Brasília).

No primeiro dia, serão aplicadas as provas de ciências humanas e ciências naturais e o aluno terá 4 horas e 30 minutos para realizar a prova. No segundo dia, serão aplicadas as provas de linguagens e códigos, de matemática e a redação e o candidato terá 5 horas e 30 minutos. 

Mudanças

As regras gerais foram apresentadas na tarde da última quarta (8) pelo ministro Aloizio Mercadante. O destaque ficou com o aumento do rigor na correção das redações no exame de 2013. A partir do próximo Enem, os textos que tiverem mais de 100 pontos de discrepância entre a correção de dois avaliadores serão encaminhados a um terceiro corretor.

Em 2012, a diferença necessária para que a redação fosse avaliada uma terceira vez era de 200 pontos. 

Redações que contarem com trechos desconectados com o resto do texto vão receber nota zero. Até o momento, provas com esse perfil perdiam de 400 a 500 pontos. 

A prova deste ano também vai ter correções mais rigorosas em relação a ortografia. De acordo com o ministro Aloizio Mercadante, erros ortográficos serão aceitos como excepcionais e sem reincidência. "Se estamos mudando o padrão, é porque não estamos satisfeitos".

Após o último exame, vieram a público redações que tiveram nota máxima e tinham erros de português como "trousse" e "enchergar". Além de textos com deboche que obtiveram nota média -  um texto com uma receita de miojo ficou com 560 e outra que trazia trechos do hino do Palmeiras obteve 500 pontos, numa escala que chega a 1.000.

O que é o Enem

O Exame Nacional do Ensino Médio foi criado em 1998 com o objetivo de diagnosticar a qualidade do ensino médio no país. Em 2009, o exame ganhou uma nova função: selecionar ingressantes nos cursos superiores de faculdades e universidades federais.

O exame pode ser utilizado como único critério de seleção ou ainda como parte da nota final da primeira fase do vestibular de algumas instituições e para preencher vagas remanescentes.

Notícias relacionadas

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos