Informações sobre o álbums
  • editoria:Fotos
  • galeria: Independência do Brasil - 7 de setembro
  • link: http://educacao.uol.com.br/album/2009-sete-setembro-independencia-brasil_album.htm
  • totalImagens: 9
  • fotoInicial: 9
  • imagePath: http://ed.i.uol.com.br/album/
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20120126091410
    • Especial Microsoft [58109];
Fotos
Hino da Independência
Tendo recebido educação musical, dom Pedro 1º, além de saber tocar inúmeros instrumentos, também compôs várias obras. Entre elas, o Hino da Independência, que se tornou um dos símbolos oficiais da República Federativa do Brasil. Sua letra é de autoria do poeta, jornalista e político Evaristo Ferreira da Veiga e Barros Reprodução Mais
Patriarca da independência
José Bonifácio de Andrada e Silva foi membro de várias academias científicas européias. Como militar, lutou contra Napoleão Bonaparte. No Brasil, ocupou posição estratégica durante a independência, chegando a ministro do Reino e dos Negócios Estrangeiros sob o governo de Pedro 1º. Acima, retrato feito por Benedito Calixto em 1902 Reprodução Mais
Antecedentes
O quadro "Tiradentes esquartejado" (acima), de Pedro Américo, tem a evidente intenção de provocar impacto no espectador, devido à violência da imagem do corpo humano retalhado. Além disso, a presença do crucifixo visa a aproximar explicitamente o sacrifício do personagem da história do Brasil ao de Jesus Cristo Reprodução Mais
Após a independência
Após a independência, várias revoltas eclodiram no país, principalmente durante a Regência. A Revolução Farroupilha foi uma das principais e a de maior duração. Separatista e republicana, foi contida durante o governo de Pedro 2º. Sobre o episódio, é célebre o quadro "Carga de cavalaria" (acima), de Guilherme Litran, de 1893 Reprodução Mais
"Eu fico"
Dom Pedro enfrentou grave crise política no início de 1822. Pressionado a voltar para Portugal, o príncipe manifestou sua decisão de permanecer no Brasil: "Como é para o bem do povo e felicidade geral da nação, estou pronto, diga ao povo que fico". Acima, o último retrato brasileiro do imperador, de autoria de Simplício Rodrigues de Sá. Outra frase atribuída a ele faz parte da história da independência. Às margens do rio Iripanga, ele teria bradado: "Independência ou Morte!" Reprodução Mais
Bandeira
A Bandeira Imperial do Brasil, um dos símbolos oficiais do país de 1822 a 1889, foi criada pelo Decreto de 18 de setembro de 1822 e desenhada pelo artista Jean-Baptiste Debret. Os ramos de café e tabaco que envolvem o brasão representam a riqueza do império, enquanto as estrelas de prata correspondem às províncias do país na época Reprodução Mais
Revolução Francesa
Maria Antonieta Josefa Joana de Habsburgo-Lorena, rainha da França de 1774 a 1789, representada na foto pela atriz Kirsten Dunst (no filme "Maria Antonieta", de Sofia Coppola), foi deposta pela Revolução Francesa e guilhotinada em 16 de outubro 1793, depois da execução de seu marido, Luís 16 Divulgação Mais
Aconteceu assim?
O quadro "O Grito do Ipiranga", de Pedro Américo, é a representação mais célebre desse evento histórico. No entanto, François-René Moreaux (1807-1860), que viveu no Brasil a partir de 1838, também retratou a cena em "A Proclamação da Independência" (1844), que se vê acima. As duas, porém, não correspondem à realidade Reprodução Mais
Inspiração vinda dos EUA
A independência dos EUA foi resultado de uma guerra que uniu a população contra os abusos britânicos. George Washington -- acima, no quadro de Emanuel Leutze, cruzando o rio Delaware para ataque surpresa que deu início à Batalha de Trenton -- comandou as tropas americanas e tornou-se o primeiro presidente do país Reprodução Mais

Independência do Brasil - 7 de setembro

Mais álbuns de UOL Educação x

Veja mais: História do Brasil , O porquê do feriado de 7 de setembro , O grito do Ipiranga aconteceu como no quadro?

Últimos álbuns de Educação

UOL Cursos Online

Todos os cursos