Informações sobre o álbums
  • editoria:Fotos
  • galeria: Com presença de musa chilena, UNE faz protesto em Brasília
  • link: http://educacao.uol.com.br/album/20110831_protesto_une_brasilia_album.htm
  • totalImagens: 59
  • fotoInicial: 8
  • imagePath: http://ed.i.uol.com.br/album/
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20120126090802
    • protesto de estudantes [53174]; UNE [50356];
Fotos
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Wilson Dias/ABr Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Wilson Dias/ABr Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Wilson Dias/ABr Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Wilson Dias/ABr Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Wilson Dias/ABr Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Wilson Dias/ABr Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Wilson Dias/ABr Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Wilson Dias/ABr Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Pedro Ladeira/AFP Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Pedro Ladeira/AFP Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Lula Marques/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Lula Marques/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Lula Marques/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Lula Marques/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Lula Marques/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Lula Marques/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Lula Marques/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Lula Marques/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Lula Marques/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Lula Marques/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Lula Marques/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Lula Marques/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Lula Marques/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Lula Marques/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Lula Marques/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Lula Marques/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Lula Marques/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Lula Marques/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Lula Marques/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Lula Marques/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios. Na foto, Camila em frente ao Congresso Nacional Elio Rizzo/Futura Press Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios. Na foto, Camila em frente ao Congresso Nacional Elio Rizzo/Futura Press Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Sergio Lima/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Sergio Lima/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Sergio Lima/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Sergio Lima/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Sergio Lima/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Sergio Lima/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Sergio Lima/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Sergio Lima/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Sergio Lima/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Ueslei Marcelino/Reuters Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Ueslei Marcelino/Reuters Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo (foto), foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Sergio Lima/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo (foto), foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Sergio Lima/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo (foto), foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Sergio Lima/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo (foto), foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Sergio Lima/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Sergio Lima/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Sergio Lima/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Fernando Bizerra Jr./EFE Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Fernando Bizerra Jr./EFE Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Ueslei Marcelino/Reuters Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Fernando Bizerra Jr./EFE Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Fernando Bizerra Jr./EFE Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Sergio Lima/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Fernando Bizerra Jr./EFE Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo, foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Ueslei Marcelino/Reuters Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo (foto), foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Lula Marques/Folhapress Mais
Apesar de esperar pelo menos 20 mil estudantes, o protesto capitaneado pela UNE (União Nacional dos Estudantes) em Brasília reuniu cerca de 5 mil pessoas. Eles pedem 10% do PIB (Produto Interno Bruto) e 50% do fundo social do pré-sal na educação. A 'musa' dos protestos estudantis chilenos, Camila Vallejo (foto), foi convidada a participar da manifestação, que começou em frente ao Banco Central e seguiu para a Esplanada dos Ministérios Lula Marques/Folhapress Mais

Com presença de musa chilena, UNE faz protesto em Brasília

Mais álbuns de UOL Educação x

Veja mais:

Últimos álbuns de Educação

UOL Cursos Online

Todos os cursos