Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://educacao.uol.com.br/album/2013/01/10/terrorismo-a-violencia-com-finalidade-politica.htm
  • totalImagens: 9
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20130110111750
Fotos

A imagem do homem-bomba personifica a ideia de terrorismo no mundo contemporâneo. Trata-se de uma das formas mais usuais que as práticas terroristas assumiram na atualidade. Mas, ao contrário do que muita gente pode pensar, o terrorismo não é uma invenção dos séculos 20 e 21. Afinal, em que exatamente consiste esse método de ação política e quais suas origens históricas? Emerson Brito/Página 3 Mais

A guilhotina é a mais completa representação do Terror, que se desenvolveu após as primeiras etapas da Revolução francesa, promovido pelo governo revolucionário de Robespierre. Esse é apenas um dos exemplos de terrorismo promovido pelo Estado, que não se limita à prática dos atentados políticos. Entenda melhor essa questão e conheça outros exemplos dos métodos terroristas empregados por governos ao longo da história. Emerson Brito/Página 3 Mais

O atentado às torres gêmeas do World Trade Center, em Nova York, comandado por Osama Bin Laden, revelou ao mundo as proporções descomunais que os atos terroristas podem atingir. A Al Qaeda, organização comandada por Bin Laden, não surgiu para combater os Estados Unidos e a influência norte-americana. Por incrível que isso possa parecer, nos dias de hoje, ela foi criada para combater os russos. Sabe por quê? Emerson Brito/Página 3 Mais

Você pode não saber o que significa “Euskadi Ta Askatasuna”, mas com certeza já ouviu falar no grupo terrorista basco ETA, que lutou para tornar o país Basco independente da Espanha. ETA é a abreviação de “Euskadi Ta Askatasuna”, que, no idioma basco, significa “pátria basca e liberdade”. O grupo foi criado em 1959 e em 2011 anunciou que encerraria as atividades terroristas. Será? Emerson Brito/Página 3 Mais

Os autos de fé, promovidos pela Santa Inquisição, em que os hereges eram lançados à fogueira, são um exemplo clássico da intolerância religiosa nos séculos 16 e 17. A intolerância talvez seja a base do fanatismo religioso, que está na base de muitas manifestações terroristas no mundo contemporâneo. Mas o fanatismo não se limita à religião. Já pensou no que acontece, às vezes, com o futebol? Emerson Brito/Página 3 Mais

O Hamas ou Movimento de Resistência Islâmica é uma das organizações terroristas que frequentemente estão em pauta no noticiário internacional. Trata-se de um dos grupos mais extremistas na luta contra o Estado de Israel e é uma das partes principais no intrincado conflito que assola o Oriente Médio desde o fim da Segunda Guerra Mundial. Mas o Hamas também tem um lado assistencialista e filantrópico: dá para acreditar? Emerson Brito/Página 3 Mais

Hizbollah significa “Partido de Deus”, expressão que denota uma perigosa aproximação entre as ideias políticas e religiosas. Para compreender como é plausível essa aproximação, é preciso compreender o que é xiismo, uma das seitas islâmicas que se desenvolveram a partir da atividade do profeta Muhamad ou Maomé, no século 7. Por falar nisso, sabe o que quer dizer “muçulmano”? Emerson Brito/Página 3 Mais

O IRA (sigla em inglês de Exército Republicano Irlandês) foi um grupo terrorista muito ativo nos anos 1960. Sua meta era tirar a região do Ulster, no norte da ilha da Irlanda, do domínio inglês. Por trás do conflito nacional, também havia um componente religioso na atuação desse grupo, uma evidência de que o fanatismo não é característica exclusiva dos terroristas muçulmanos. O IRA é outro grupo que afirma ter deixado de lado a luta armada, mas... Emerson Brito/Página 3 Mais

Entre os inimigos declarados do Estado de Israel, encontra-se o grupo palestino Jihad Islâmico. Com caráter religioso baseado no islamismo, diversos ataques terroristas suicidas são atribuídos ao grupo a fim de impedir os acordos de paz entre judeus e palestinos, conflito responsável pela maioria das tensões no Oriente Médio. Emerson Brito/Página 3 Mais

Terrorismo: a violência com finalidade política

Últimos álbuns de Educação

UOL Cursos Online

Todos os cursos