Informações sobre o álbums
  • editoria:Fotos
  • galeria: Veja fotos do protesto contra a homofobia no Mackenzie, em São Paulo
  • link: http://educacao.uol.com.br/album/protestomackenzie_album.htm
  • totalImagens: 24
  • fotoInicial: 3
  • imagePath: http://ed.i.uol.com.br/album/
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20120126091132
Fotos
Cerca de 500 manifestantes, segundo a PM, fizeram, nesta quarta-feira (24), um protesto contra homofobia na frente da Universidade Mackenzie, em São Paulo Roberto Setton/UOL Mais
O protesto fechou a rua Itambé, no bairro de Higienópolis Roberto Setton/UOL Mais
A manifestação foi motivada por uma carta do chanceler da instituição, Augustus Nicodemus Lopes, contra a aprovação da Lei da Homofobia Roberto Setton/UOL Mais
A lei torna crime manifestações de preconceito contra homossexuais. A carta do Mackenzie foi divulgada antes do feriado da Proclamação da República Roberto Setton/UOL Mais
Após forte reação na internet, o Mackenzie retirou o texto de seu site Roberto Setton/UOL Mais
"O pronunciamento sobre o PL 122 é da Igreja Presbiteriana do Brasil, Associada Vitalícia do Mackenzie, feito em 2007, e se encontra em seu site.O Mackenzie se posiciona contra qualquer tipo de violência e descriminação (sic) feitas ao ser humano, como também se posiciona contra qualquer tentativa de se tolher a liberdade de consciência e de expressão garantidas pela Constituição", disse a instituição, em nota Roberto Setton/UOL Mais
Os manifestantes protestaram, também, contra a agressão a homossexuais na avenida Paulista. A polícia investiga se a motivação para os crimes foi homofobia Roberto Setton/UOL Mais
Os portões do Mackenzie foram fechados durante o protesto, e as aulas, suspensas Roberto Setton/UOL Mais
O protesto foi marcado pela internet, via Facebook e blog Roberto Setton/UOL Mais
A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) considerou a nota do Mackenzie contra a Lei da Homofobia como "postura da Idade Média" Roberto Setton/UOL Mais
Para o presidente do GGB (Grupo Gay da Bahia), Marcelo Cerqueira, essa foi uma postura "esperada" do Mackenzie Roberto Setton/UOL Mais
No comunicado, a universidade utiliza o termo "homossexualismo", que deixou de ser usado por se referir à homossexualidade como doença Roberto Setton/UOL Mais
Segundo o Mackenzie, "as Escrituras Sagradas, sobre as quais a Igreja Presbiteriana do Brasil [controladora da instituição] firma suas crenças e práticas, ensinam que Deus criou a humanidade com uma diferenciação sexual (homem e mulher) e com propósitos heterossexuais específicos que envolvem o casamento, a unidade sexual e a procriação" Roberto Setton/UOL Mais
A manifestação foi motivada por uma carta do chanceler da instituição, Augustus Nicodemus Lopes, contra a aprovação da Lei da Homofobia Roberto Setton/UOL Mais
No comunicado, a universidade utiliza o termo "homossexualismo", que deixou de ser usado por se referir à homossexualidade como doença Roberto Setton/UOL Mais
Os manifestantes protestaram, também, contra a agressão a homossexuais na avenida Paulista Roberto Setton/UOL Mais
A polícia investiga se a motivação para as agressões na Paulista foi homofobia Roberto Setton/UOL Mais
Cerca de 500 manifestantes, de acordo com a Polícia Militar, participaram do protesto Roberto Setton/UOL Mais
Moradoras da rua Itambé, em Higienópolis, assistem a manifestação Roberto Setton/UOL Mais
Segurança do Mackenzie observa a manifestação Roberto Setton/UOL Mais
A equipe de segurança da universidade também filmou o protesto Roberto Setton/UOL Mais
Segurança filma manifestação em frente ao Mackenzie Roberto Setton/UOL Mais
Manifestantes fazem um minuto de silêncio em memória das vítimas de homofobia no Brasil Roberto Setton/UOL Mais
Manifestantes fazem um minuto de silêncio em memória das vítimas de homofobia no Brasil Roberto Setton/UOL Mais

Veja fotos do protesto contra a homofobia no Mackenzie, em São Paulo

Mais álbuns de UOL Educação x

Veja mais:

Últimos álbuns de Educação

UOL Cursos Online

Todos os cursos