Topo

Pesquisa escolar

Ciências


Pantanal - Variedade de animais é uma das marcas do Pantanal

Da Página 3 Pedagogia & Comunicação

O Pantanal ocupa uma área de aproximadamente 220.000 quilômetros quadrados, estendendo-se pelos Estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. O Pantanal tem uma altitude média de pouco mais de 100 metros, sendo cercado por terras mais altas. Isso faz com que a grande quantidade de rios que o circundam entrem em seu interior, formando-se um ambiente alagado muito rico em nutrientes, que são trazidos pelas águas.  
No Pantanal, existem terras sempre secas (as partes mais altas), terras que se alagam apenas nos períodos de chuvas e terras que permanecem continuamente alagadas, promovendo a ocorrência de uma vegetação variada. Assim, nas partes mais secas, a vegetação assemelha-se muito à caatinga e, eventualmente, encontram-se áreas de cerrado.
Nas partes alagadas, são comuns as plantas aquáticas, como os aguapés. Nas partes mais elevadas e nas proximidades dos rios, localizam-se as matas ciliares, importantes para que as margens dos rios não desbarranquem.

O que mais chama a atenção no Pantanal é a sua extraordinária beleza natural e a espetacular variedade de animais ali encontrados, especialmente aves. Nos rios, encontra-se a maior variedade de peixes de água doce do mundo. Muitos animais merecem destaque: o jacaré, cuja pele é utilizada na fabricação de cintos, bolsas e calçados, sendo, por isso, vítima da caça indiscriminada; a onça pintada, a anta, o tamanduá-bandeira, a capivara e outros.

O ecossistema do Pantanal tem sido agredido de muitas formas. Não são apenas aqueles que buscam a pele das espécies animais que o ameaçam; os que exploram seus recursos minerais, a ocupação da sua planície com agricultura, a poluição de rios por substâncias utilizadas no garimpo, também contribuem para sua assolação.

Da Página 3 Pedagogia & Comunicação

Mais Ciências