PUBLICIDADE
Topo

Geografia

Minérios - Reservas mundiais podem se esgotar

Ronaldo Decicino

Muitos minérios do planeta estão chegando ao fim, o que poderá interromper o uso de várias tecnologias utilizadas no dia-a-dia.

As reservas mundiais de lítio, por exemplo, parecem enormes - 14 milhões de toneladas, que dão para mais de 100 anos, no ritmo atual de consumo. No entanto, cada carro elétrico, grande esperança para reduzir o aquecimento global, usa pelo menos 8 quilos de lítio. E o mundo produz, a cada ano, 71 milhões de carros. Ou seja: se todos os carros fossem elétricos, as reservas mundiais de lítio seriam consumidas em apenas 12 anos - e não sobraria nada para fazer as baterias usadas em laptops, câmeras e outros aparelhos.

Até que a humanidade colonize outros planetas ou aprenda a sintetizar matéria, a saída é uma só: consumir menos e reciclar mais.

Veja, no quadro abaixo, em quanto tempo se esgotarão (levando em conta o consumo previsto a partir de 2010) as reservas mundiais de alguns minérios:
 

MINÉRIOTempo de duração em anosOnde é usadoConsumo per capitaQuanto se recicla hojeSe limitar o consumo atual, durará:Principal reserva mundial
Tântalo20Lentes de Câmara180g20%116 anosBrasil 48%
Chumbo08Pilhas410 kg72%42 anosAustrália 19%
Prata09Placas eletrônicas1,6 kg16%29 anosPolônia 25%
Antimônio13Controles remotos7 kgn/d36 anosChina 62%
Ouro36Microchips48g43%45 anosÁfrica do Sul 40%
Urânio20Usinas nucleares6 kgn/d59 anosAustrália 19%
Níquel57Celulares58 kg35%90 anosAustrália 19%
Platina42Carros45 gn/d360 anosÁfrica do Sul 88%
Índio04Televisores LCD32 g0%13 anosCanadá 33%
Cobre20Fios e cabos630 g31%61 anosChile 38%
Estanho17Joysticks15 kg26%40 anosBrasil 22%
Lítio46Bateriasn/dn/d133 anosBolívia 52%

 

Geografia