Topo

Pesquisa escolar

Literatura


Entenda a relação entre - "Memórias Póstumas de Brás Cubas" e "Viagens na Minha Terra"

Nelson Dutra, professor de literatura do curso e colégio Objetivo

Embora “Memórias Póstumas de Brás Cubas” (1881), de Machado de Assis, seja o marco inicial do Realismo no Brasil, e “Viagens na Minha Terra” (1846), de Almeida Garrett, enquadre-se na primeira geração do Romantismo luso, observa-se, nesses romances, grande semelhança estilística, porque os narradores rompem com a cronologia dos fatos, invocam ironicamente o leitor e comentam metalinguisticamente o próprio romance. 

Ambos fazem também muitas referências intertextuais, isto é, remetem o próprio texto a passagens de outros livros, seja a Bíblia, Dom Quixote, Cândido etc. Essas opiniões e essas aparentes fugas do assunto evidenciam a digressão, característica fundamental em Garrett e em Machado de Assis.

Mais uma semelhança notável é a mistura de gêneros de escrita. Na obra machadiana, incluem-se cartas, placa tumular na narrativa memorialista. Essa fusão de gêneros também ocorre em "Viagens na Minha Terra", em que se notam a crônica de viagem, a novela sentimental, envolvendo Joaninha e Carlos, as cartas de Carlos e as digressões sobre a cultura portuguesa.

Clique e conheça a história da literatura no Brasil e em Portugal

Nelson Dutra, professor de literatura do curso e colégio Objetivo

Mais Literatura