Enem

Pérolas do Enem na internet: verdade ou mentira?

Da Redação

Em São Paulo

“Já está muito de difíciu de achar os pandas na Amazônia” ou “Isso tudo é devido ao raios ultra-violentos que recebemos todo dia”: a criatividade do aluno que fez o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2010 não tem limites. Pelo menos, é o que e-mails que circulam na internet fazem acreditar. Mas, será que eles são verdadeiros?

A resposta do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), que aplica o exame, é um categórico “não”. Segundo o órgão, é impossível que esses “erros” tenham vazado das provas de redação.



O próprio edital do exame impediu o acesso aos textos por parte dos próprios estudantes –inclusive por aqueles que zeraram o teste. Além disso, o Inep lembra que, no máximo, o estudante consegue sair com o rascunho da redação.

Temas

Outros elementos depõem contra as frases –que, se não são verídicas, são, no mínimo, engraçadas. Por exemplo: o tema da redação do Enem 2010 foi “Trabalho e Construção da Dignidade Humana”. A não ser que o candidato tenha fugido completamente do tema (e vários alunos também tenham decidido escrever sobre natureza), é praticamente impossível encontrar nesses textos trechos como “Na verdade, nem todo desmatamento é tão ruim. Por exemplo, o do Aeds Egipte seria um bom beneficácio para o Brasil”.

Não bastasse isso, as frases são “recicláveis”: com uma busca no Google, é possível encontrá-las como “obras” de candidatos dos exames de 2009 e 2010; de estudantes de universidades distantes umas das outras; ou de forma mais genérica, como simplesmente “pérolas de vestibular”.

O UOL reuniu algumas dessas "pérolas" que circulam na internet. Confira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos