PUBLICIDADE
Topo

Vestibular

Redações do Enem 2013 serão avaliadas por 9.500 corretores

Do UOL, em São Paulo

05/09/2013 11h49Atualizada em 05/09/2013 13h56

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, anunciou nesta quinta-feira (5) que as redações do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2013 serão corrigidas por 9.500 corretores. Em 2012, aproximadamente 5.600 corretores trabalharam na redação do exame. 

As informações foram divulgadas durante entrevista coletiva do ministro para apresentar o Guia do Participante do Enem 2013.

Polêmicas em 2012

  • Reprodução

    Candidato escreve receita de miojo na redação do Enem e tira nota 560

  • Reprodução

    Redação com hino do Palmeiras tira nota 500 no Enem 2012

“Mais da metade das redações vão para o terceiro corretor quando você reduz a discrepância”, afirmou Mercadante.

A redação do Enem será corrigida por dois especialistas, de forma independente. Caso ocorra uma diferença de 100 pontos ou mais entre as duas notas totais ou se a diferença de suas notas em qualquer uma das competências for superior a 80 pontos, a redação passará por uma terceira correção.

O valor pago para os corretores por redação vai subir de R$ 1,90 para R$ 3. O Enem 2013 tem 7.173.574 candidatos inscritos. As provas serão realizadas nos dias 26 e 27 de outubro. 

Segundo o ministro, as provas serão aplicadas em 15.576 salas de aulas de 1.661 municípios. Serão 63.340 malotes de provas, todos eles com lacre eletrônico e GPS.

Vestibular