PUBLICIDADE
Topo

Vestibular

Minas Gerais, Rio de Janeiro e Bahia são Estados com mais vagas no Sisu

Fernanda Calgaro

Do UOL, em Brasília

06/01/2014 11h41

Minas Gerais, Rio de Janeiro e Bahia são os Estados com maior número de vagas em instituições de ensino superior ofertadas pelo Sisu (Sistema de Seleção Unificada) em 2014. Neste ano, a seleção de 171.401 vagas públicas será feita pelo Sisu. 

Minas Gerais tem 20.029 vagas de ensino superior, Rio de Janeiro reúne 16.740 vagas, a Bahia é o terceiro Estado em número de vagas, com 12.459 postos. Em seguida aparece o Rio Grande do Sul com 12.062 vagas, a Paraíba tem 11.619 vagas e São Paulo tem 10.304 postos. 

Veja também

  • Arte UOL

    Guia para escolha da faculdade ajuda a fugir de pegadinhas publicitárias

  • Shutterstock

    Plataforma online oferece aluguel de livro a universitários

  • Confira 13 cursos online gratuitos oferecidos por universidades de elite

Neste ano, 37,4% das vagas das federais serão destinadas a alunos cotistas, 6,5% para candidatos a outras ações afirmativas e 56,2% dos postos entrarão em concorrência ampla. 

A UFPB (Universidade Federal da Paraíba) é a instituição com maior número de vagas pelo Sisu, que oferece 7.555 postos. A UFC (Universidade Federal do Ceará) aparece em segundo lugar, com 6.378 vagas. A UFBA (Universidade Federal da Bahia) é a terceira unidade com maior número de vagas: 5.938.

Mais de 558 mil inscritos

O Sisu 2014 entrou em funcionamento nesta madrugada e as inscrições ficarão abertas até as 23h59 do dia 10 de janeiro e devem ser feitas exclusivamente pela internet. O Sisu está disponível no endereço http://sisu.mec.gov.br. Até as 12h de hoje, 557.960 estudantes fizeram sua inscrição.

Em coletiva na manhã desta segunda-feira (6), o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, afirmou que no primeiro dia o número de inscrições deve superar às do ano passado, quando 593 mil estudantes se inscreveram. Cada candidato pode se inscrever em até duas opções de curso. 

Inscrições

A seleção é feita por meio das notas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2013, que foram divulgadas na última sexta-feira. As regras foram publicadas no Diário Oficial da União no dia 30 de dezembro -- se quiser conferir o edital, baixe ele aqui (arquivo .pdf).

Os participantes do Enem de 2013 poderão concorrer a vagas em 115 instituições públicas de ensino superior -- universidades e institutos federais, além de universidades e faculdades estaduais. 

Requisitos mínimos

Para concorrer a uma vaga, o candidato deve ter feito o Enem 2013 e não pode ter tirado zero na redação (veja quais foram os critérios de correção). O MEC não cobra taxa de inscrição no sistema.

O candidato poderá se inscrever em até duas opções de vaga -- e precisa optar na inscrição se participará de algum tipo de política afirmativa (cotas) ou se está em "ampla concorrência" (sem bônus).

Durante o período de inscrição (entre os dias 6 e 10 de janeiro), o interessado poderá alterar as opções de curso e também cancelar a participação no exame. A opção final é a que será considerada pelo sistema quando o prazo encerrar. 

Segundo a portaria publicada no Diário Oficial, o "Sisu disponibilizará ao estudante, em caráter exclusivamente informativo, a nota de corte para cada instituição, local de oferta, curso, turno e modalidade de concorrência, a qual será atualizada periodicamente conforme o processamento das inscrições efetuadas". 

Datas

Serão realizadas duas chamadas de aprovados nas seguintes datas: 

  • Primeira Chamada: 13 de janeiro de 2014
  • Matrículas da 1ª chamada: 17, 20 e 21 de janeiro de 2014
  • Segunda Chamada: 27 de janeiro de 2014
  • Matrículas da 2ª chamada: 31 de janeiro, 3 e 4 de fevereiro de 2014

As instituições participantes deverão informar a ocupação das vagas de acordo com o seguinte cronograma: 

  • Primeira Chamada: de 17 a 24 de janeiro de 2014
  • Segunda Chamada: de 31 de janeiro a 7 de fevereiro de 2014

Lista de espera

As inscrições para a lista de espera serão realizadas, no portal do Sisu, entre os dias 27 de janeiro e as 23h59 do dia 7 de fevereiro. O estudante só poderá manifestar interesse na lista de espera para o curso correspondente à primeira opção.

Não poderá participar da lista de espera o candidato que tenha sido convocado para o curso de primeira opção em qualquer uma das chamadas regulares. 

A lista de espera será utilizada para preenchimento das vagas não ocupadas nas duas chamadas regulares do Sisu. A ocupação das vagas será feita segundo critérios definidos em edital próprio de cada instituição participante. 

Vestibular