PUBLICIDADE
Topo

Vestibular

Luiz Roberto Curi é novo presidente do Inep, instituto responsável pelo Enem

Luiz Roberto Liza Curi, novo presidente do Inep, em audiência pública da Comissão de Educação, Cultura e Esporte em outubro de 2015 - Pedro França/Agência Senado
Luiz Roberto Liza Curi, novo presidente do Inep, em audiência pública da Comissão de Educação, Cultura e Esporte em outubro de 2015 Imagem: Pedro França/Agência Senado

Do UOL, em São Paulo

16/03/2016 17h01

Luiz Roberto Liza Curi, sociólogo e doutor em economia pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), é o novo presidente do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira). A informação foi confirmada em nota pelo site oficial da instituição nesta quarta-feira (16).

Curi aceitou o convite do ministro da Educação, Aloizio Mercadante, e agora comandará o Instituto, que é responsável pela aplicação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e do Enade, por avaliações da educação básica, pelos censos do ensino superior e da educação básica, entre outras atividades.

Membro do CNE (Conselho Nacional de Educação), Curi já integrou também o Conselho Superior da Unicamp e presidiu o Conselho do Patrimônio Artístico, Arquitetônico e Cultural de Campinas. 

No Ministério da Educação, foi diretor geral de Políticas de Educação Superior, entre 1997 e 2002. Teve passagem ainda pelo CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) e pelo CGEE (Centro de Gestão e Estudos Estratégicos), ambos do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação.

Curi foi secretário de Cultura e presidente da Companhia de Desenvolvimento do Polo de Alta Tecnologia de Campinas. Teve artigos sobre educação superior, inovação e desenvolvimento industrial publicados nos principais jornais brasileiros e em revistas especializadas. 

A nomeação será publicada nesta semana, no Diário Oficial da União.

Sucessor de Francisco Soares

Curi entra no lugar de Francisco Soares, que pediu demissão do cargo no último dia 1º. Ele havia assumido a pasta em fevereiro de 2014. Falta de entendimento sobre os rumos da gestão do Inep teria levado um desgaste de Chico, como era conhecido, com os servidores do instituto.

Desde dezembro de 2015, Soares vinha sofrendo forte oposição interna à sua proposta de reorganização do Inep. Naquele mês, havia sido imposto um corte de 14% dos cargos comissionados (cargos de confiança) do Inep e Soares propôs uma nova estrutura para o instituto responsável pelo Enem.

Vestibular