Topo

Educação

Vestibular


Enem 2016: saiba o tipo de questão mais cobrado

Hugo Araújo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

04/11/2016 19h20

O Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) está chegando. Com a proximidade da prova, que acontece nos dias 5 e 6 de novembro, é natural que os estudantes queiram saber os assuntos que devem revisar com mais atenção. Treinar com exercícios e provas anteriores é a estratégia mais recomendada.

Para ajudar nos estudos nesta reta final, o UOL ouviu professores que descreveram o perfil das questões do Enem a partir de um levantamento do portal Enem Virtual e a Tuneduc, uma empresa que usa dados para traçar estratégias de educação. A pesquisa considerou as edições do exame de 2009 a 2014.

Confira o perfil das questões de cada disciplina do Enem:

Matemática

Estes conteúdos correspondem a 20% de todas as questões de matemática entre 2009 e 2014, de acordo com o Enem Virtual.

  1. Geometria plana e espacial; 
  2. resolver problemas apresentados em tabelas e
  3. gráficos ou que envolvam a variação de grandezas direta ou inversamente proporcionais (regra de três).

1010 é um artista alemão que mistura spray, geometria e paletas de cores vivas - Divulgação/facebook.com/1010art
1010 é um artista alemão que mistura spray, geometria e paletas de cores vivas
Imagem: Divulgação/facebook.com/1010art

Como elas aparecem:

Alex Amaral, professor de matemática da plataforma Descomplica, explica que a prova do Enem exige que o aluno aplique o conteúdo básico da escola em situações do cotidiano. “O exame hoje é muito interpretativo. Você deve interpretar, usando seus conhecimentos matemáticos, as situações do cotidiano. Esta é a principal marca. A prova pode pedir que você interprete uma conta de luz ou o plano de celular que é melhor para você, de acordo com a tarifa cobrada”, exemplifica.

Segundo Amaral, os conteúdos que aparecem com maior frequência são: porcentagens e juros; regra de três simples e composta; sequências (progressões aritmética e geométrica); funções; geometria plana (áreas e semelhanças de figuras planas); geometria espacial (principalmente volume dos principais sólidos); análise combinatória e probabilidade.

Nesta reta final, o professor recomenda que os alunos resolvam provas anteriores, cronometrando o tempo, e também façam um formulário, resumindo os conteúdos de matemática que têm mais chance de serem cobrados. “No dia do exame, considerando as outras disciplinas, o candidato tem cerca de 2h15 para resolver a prova de matemática. Então é importante que ele treine diante desse cenário”, explica.

Linguagens e códigos

Segundo o portal Enem Virtual, 19% das questões de linguagens e códigos, entre 2009 e 2014, cobram as seguintes habilidades:

  1. saber relacionar diferentes textos, opiniões, temas, assuntos e recursos linguísticos;
  2. inferir em um texto qual é o objetivo de seu produtor e o público-alvo e 
  3. saber relacionar informações sobre concepções artísticas e procedimentos de construção do texto literário.

O poeta Carlos Drummond de Andrade (1902-1987) - Divulgação
O poeta Carlos Drummond de Andrade (1902-1987)
Imagem: Divulgação

Como elas aparecem:

Camila Alexandrini, professora de português e literatura, explica que o núcleo central da prova de linguagens do Enem são os gêneros textuais.

“O estudante deve saber o que é um gênero textual e lembrar que ele não é só um texto. Ele compreende um autor e um leitor, aí já há uma relação de comunicação. Existe um meio pelo qual o texto é veiculado, o que constrói um sentido.

E, também, uma finalidade para o texto”, explica. Ela destaca que o exame exige habilidades de leitura que não ficam restritas apenas à interpretação. “O candidato deve ler o conteúdo, interpretar, compreender e fazer relações”.

A parte de gramática da prova está a serviço da língua, de acordo com a professora. “Não espere aquelas questões clássicas, como existem em outros vestibulares, perguntando qual é a função sintática de determinada palavra em uma sentença. O candidato precisa saber os conceitos gramaticais para colocar a língua em uso. Isso significa, por exemplo, que as questões de semântica vão estar muito presentes na prova”, explica.

Além disso, ela sugere que o aluno revise os seguintes conteúdos: elementos da comunicação; funções e figuras de linguagem; variação linguística.

Na parte de literatura, Camila recomenda que o estudante fique atento a um autor em especial: Carlos Drummond de Andrade. “Ele é o poeta que mais aparece na prova. Não gaste seu tempo estudando períodos literários, porque no Enem isso importa muito pouco. O exame quer que o estudante tenha habilidade de leitura para compreender relações colocadas pelos gêneros literários. Portanto, é legal saber quem é o Drummond e o nome de suas obras, mas mais importante é ter lido algo dele”, explica.

Ciências da natureza

Segundo o Enem Virtual, as três habilidades abaixo correspondem a 18% das questões desta área nas últimas seis edições da prova:

  1. Utilizar leis da física ou química para interpretar processos naturais ou tecnológicos inseridos no contexto da termodinâmica ou do eletromagnetismo;
  2. caracterizar materiais ou substâncias identificando suas implicações biológicas, sociais e econômicas;
  3. interpretar informações de ciências físicas, químicas ou biológicas representadas em diferentes formas de linguagem. 

A riqueza da vida no arquipélago ártico da Noruega enfrenta o degelo - Paul Nicklen/National Geographic Creative
A riqueza da vida no arquipélago ártico da Noruega enfrenta o degelo
Imagem: Paul Nicklen/National Geographic Creative

Como elas aparecem:

A prova de ciências da natureza agrupa as disciplinas de química, física e biologia. De acordo com Isadora Jinkings, consultora do Enem na VP Concursos e Vestibulares, o exame mantém a característica de explorar os conteúdos em situações do cotidiano.

Portanto, em química e física, é necessário que o aluno saiba relacionar os conceitos teóricos com a realidade. Em biologia, Isadora destaca um conteúdo especificamente: ecologia. Segundo ela, é um tema bastante cobrado na prova, geralmente envolvendo problemas brasileiros. “Pode aparecer aplicado a um problema de poluição, por exemplo”, explica.

Além disso, Isadora também destaca o caráter interdisciplinar do exame. “O aluno deve ficar atento, porque, na mesma questão, o exercício pode exigir conhecimentos de química e biologia”, exemplifica.

Ciências humanas

15% de todas as perguntas da área, entre 2009 e 2014, cobram as habilidades abaixo de acordo com o levantamento do portal Enem Virtual.

  1. Interpretação de documentos históricos;
  2. análise da atuação de movimentos sociais que contribuíram para mudanças em processos de disputa pelo poder e
  3. análise da produção de memória pelas sociedades humanas. 

26.jun.2015 - Foto feita por fiscais do trabalho mostra as condições análogas à escravidão - Arquivo pessoal Marinalva Dantas
26.jun.2015 - Foto feita por fiscais do trabalho mostra as condições análogas à escravidão
Imagem: Arquivo pessoal Marinalva Dantas

Como elas aparecem:

Segundo a consultora Isadora Jinkings, as questões de ciências humanas estão predominantemente relacionadas à história do Brasil. Portanto, o exame exige que o aluno leia e interprete documentos históricos ligados a temas da sociedade brasileira.

O candidato deve analisar e problematizar os assuntos apresentados nos textos. “Uma dica é ler a questão antes do texto. Assim, você conseguirá identificar o ponto proposto pelo examinador e também relacionar com seu conhecimento adquirido”, explica Isadora.

“A questão do trabalho escravo, a situação dos indígenas e movimentos sociais são assuntos que o Enem privilegia. Além disso, é comum que a prova contextualize estes temas com a contemporaneidade”, conclui.

Vestibular