Enem

Jogo de campo minado, piracema e DNA; você conseguiria resolver essas questões do Enem?

Do UOL, em São Paulo

  • UOL

    Professor de matemática Carlos Seno explica uma das questões do Enem

    Professor de matemática Carlos Seno explica uma das questões do Enem

O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) aplicou neste domingo (12) a segunda prova do Enem 2017 (Exame Nacional do Ensino Médio), e as questões de matemática e ciências da natureza foram de temas populares, como o jogo de computador campo minado e o fenômeno ecológico piracema, até assuntos mais técnicos, como cálculo de massa molar e estrutura do DNA (código genético).

Uma boa parte dos quase 4,5 milhões de candidatos que fizeram a prova em todo o Brasil apontaram a matemática como vilã deste domingo. Já para os professores, as questões de física e química foram as mais difíceis.

Mas e você, conseguiria resolver as questões cobradas no Enem? 

A pedido do UOL, um grupo de professores do cursinho Objetivo selecionou e resolveu questões fáceis, outras médias e algumas mais complexas que caíram na prova de domingo. Veja nos vídeos abaixo a resolução desses exercício e aproveite para testar seus conhecimentos -- ou ver como você se saiu na prova.

Leia também:

Matemática

O professor Carlos Seno afirmou que a prova de matemática repetiu o formato tradicional de anos anteriores e cobrou desde conhecimentos de ensino fundamental até exercícios considerados bastante difíceis.

Prova de matemática do Enem foi muito difícil? Professor mostra que não

Uma das perguntas consideradas fáceis envolveu o jogo de computador campo minado. Nela, o aluno deveria escolher qual o quadrado do jogo que, uma vez selecionado, tinha a menor probabilidade de conter uma mina.

Outra questão, mais complicada, era baseada em uma obra do arquiteto Oscar Niemeyer. Ela pedia que o candidato calculasse a altura de uma das abóbodas da igreja de São Francisco de Assis, na Lagoa da Pampulha, em Belo Horizonte.

Química

Em uma das questões, o candidato recebeu informações sobre a composição do popular analgésico AAS. O enunciado da questão pedia que o candidato calculasse quantos quilos de uma das substâncias que compõem o medicamento (ácido salicílico) seriam necessários para se produzirem 900 mil comprimidos.

Prova de química trouxe cálculo de massa molar e eletrólise

E os alunos que reclamaram dizendo que a prova estava muito difícil tinham certa razão. Segundo a professora Gabriela Toti, a prova foi mais difícil que a do ano passado. "O aluno de médio para bom deve ter se dado bem", afirmou. Mas quem não estudou tanto encontrou dificuldades.

Toti corrigiu ainda uma questão sobre eletrólise que, apesar de ter uma variação em relação ao que se vê na sala de aula, tinha, segundo a professora, uma resolução lógica.

Física

Uma das perguntas mostrava gráficos da radiação elétrica emitida por vários tipos de lâmpadas, como LED, tungstênio e xênon, entre outras. A partir dessas informações, os alunos tinham que calcular qual lâmpada deveria ser usada para iluminar bem o ambiente sem aquecê-lo.

Como escolher uma lâmpada econômica? Caiu na prova

Segundo o professor Rogério trava Airoldi, o candidato tinha que saber muita matemática e conseguir interpretar gráficos para ir bem na prova.

"Estava uma prova de médio para difícil. Ela separou muito bem o aluno que se preparou muito, o que se preparou mais ou menos e o aluno que não se preparou", disse.

Biologia

Cerca de um terço das questões da prova de biologia se focaram no tema da ecologia. Uma delas abordava a piracema, evento no qual algumas espécies de peixes sobem os rios contra a correnteza para se reproduzir. O Enem pedia para que o candidato escolhesse a alternativa que melhor retratasse os efeitos negativos da construção de barragens em rios onde esse processo ocorre.

Professor explica por que barragens prejudicam a piracema

Mas segundo o professor Fernando Paiva, a resposta aparentemente mais óbvia -- redução do número de espécies de peixes no local -- não era a correta.

A prova também trazia questões tradicionais da biologia, como o estudo do DNA (código genético) e implicações de sua replicação em laboratório.

"A prova não tinha questões diretas. O conteúdo dialogava com a realidade atual. As questões estavam de médias para difíceis", avaliou.

Gabarito

O Inep divulgará o gabarito oficial do Enem até a próxima quinta-feira (16). Já os resultados individuais do exame só serão divulgados no ano que vem, em 19 de janeiro de 2018.

CONFIRA O GABARITO EXTRAOFICIAL DESTE DOMINGO (12)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos