Topo

5 dicas para organizar a rotina de estudos em cursos a distância

Adobe Stock
Imagem: Adobe Stock

Colaboração para o UOL

14/01/2019 04h00

O estudo a distância permite flexibilidade de horário e local para aprender em ritmo próprio. Porém, envolve disciplina, organização e automotivação. Quem não desenvolve essas habilidades pode acabar desistindo do curso, dizem especialistas. 

"Conseguir estabelecer uma rotina de estudos e ter uma agenda fixa com horários e metas a serem cumpridas é uma dificuldade. Sem essa rotina, o aluno se perde e se desestimula", afirma Marco Antonio Araujo Junior, que tem 15 anos de experiência em ensino a distância e é sócio do Meu Curso, que dá aulas preparatórias a distância na área de Direito. 

Para buscar orientações de como administrar o tempo e organizar os estudos a distância, o UOL ouviu ainda Andrea Ramal, doutora em educação pela PUC-Rio, e Claudia de Moraes, diretora de produtos da Younder, empresa que desenvolve plataformas de gerenciamento de aprendizagem digital e a distância.

Veja 5 dicas: 

1. Tenha metas de estudo e organize um cronograma

O primeiro passo é estabelecer uma meta de estudos diária e semanal e definir dias e horários para se dedicar à tarefa. "Com isso estabelecido, o aluno pode compensar no decorrer da semana se não conseguir cumprir algum dia", diz Araujo Junior, do Meu Curso. 

Outra dica dele é identificar em qual período o aluno rende mais e se organizar para estudar nesses horários. "A prática de estudar um pouco aqui, um pouco ali, sem muito planejamento, acaba não dando certo porque o aluno se perde e o rendimento fica prejudicado. Eventualmente, ele até pode assistir a um vídeo curto no almoço ou no transporte público, mas precisa saber que aquilo é algo esporádico." 

2. Cuide do ambiente e da estrutura de estudo

Os estudantes devem organizar não só uma rotina de estudos, mas também o ambiente, diz a doutora em educação Andrea Ramal. 

"Isso inclui preparar um lugar sossegado, limpo, confortável, silencioso, com boa iluminação e materiais necessários para o estudo, como uma conexão boa à internet. Esses elementos fazem toda a diferença na capacidade de concentração e aprendizado", afirma.

3. Cumpra prazos

Cumprir com o cronograma de estudos é fundamental para terminar o curso no tempo proposto. Não importa a duração: sejam os superiores, mais longos, ou os livres, que têm carga horária menor, a responsabilidade necessária é a mesma, de acordo com Claudia de Moraes, da Younder.

"Cursos superiores exigem do aluno um compromisso maior com o cronograma de estudos, pois, normalmente, envolvem compromissos presenciais, como a realização de provas que estão vinculadas à conclusão dos estudos. Os cursos livres geralmente não exigem interação entre professor e aluno, dando maior liberdade e autonomia para o estudante, mas, por outro lado, demandam maior comprometimento do aluno", diz.

4. Reserve tempo para interação virtual

É importante interagir com o professor e com os outros alunos da turma, participando de fóruns de discussões das plataformas de aprendizagem ou outros meios. Para isso, é preciso desenvolver a competência do contato digital, o que também exige dedicação. 

"No EAD, o contato físico é substituído pelo digital, tanto com professores quanto com colegas. O contato digital costuma ser mais rico que o presencial porque permite uma objetividade maior. Em geral, quando um aluno interage com um professor, é para tirar uma dúvida específica", afirma Araujo Junior. 

Participar de eventos presenciais, sempre que possível, e usar a estrutura do polo EAD, quando houver, também contribuem para o aprendizado e para o networking. 

5. Seja curioso e vá além do proposto pelo curso

Para aproveitar ao máximo o EAD, o estudante deve ir além dos conteúdos obrigatórios, buscando leituras complementares e diferentes conteúdos sobre o assunto. Compartilhar esse conhecimento com o grupo ainda ajuda no networking. Com essas dicas, o aluno estará desenvolvendo habilidades úteis para o estudo a distância e para a vida, segundo a doutora em educação.

"Autonomia, disciplina, maturidade, interatividade, planejamento, proatividade, capacidade de adaptação, comprometimento, flexibilidade e entrega de resultados são algumas características extremamente importantes para o melhor aproveitamento do curso a distância e muito valorizadas também no mercado de trabalho", diz Andrea.

Mais Educação