PUBLICIDADE
Topo

Esse conteúdo é antigo

UnB suspende aulas e atividades presenciais por conta do coronavírus

Professora Márcia Abrahão Moura, reitora da Universidade de Brasília (UnB) - Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Professora Márcia Abrahão Moura, reitora da Universidade de Brasília (UnB) Imagem: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Do UOL, em São Paulo

12/03/2020 17h55Atualizada em 12/03/2020 18h20

O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe) da UnB (Universidade de Brasília) decidiu suspender todas as atividades presenciais — aulas, palestras, seminários e similares — por conta da pandemia de covid-19, causada pelo novo coronavírus.

Em nota, a reitoria da UnB informou que as atividades presenciais serão substituídas por exercícios domiciliares, sob a supervisão das unidades acadêmicas. O calendário da universidade não foi alterado.

A iniciativa atende ao decreto assinado ontem pelo governo do Distrito Federal que interrompeu aulas nas redes pública e privada e restringiu outras aglomerações. Apesar de discordar da medida, o Comitê Gestor do Plano de Contingência da covid-19 na UnB, criado para monitorar a evolução da doença e orientar a comunidade, reconhece "os outros impactos decorrentes do decreto para a sociedade do Distrito Federal, docentes, técnicos e estudantes, principalmente os que têm filhos pequenos".

Paralelamente, a reitoria também suspenderá as atividades administrativas presenciais na universidade. Neste período, segundo a nota divulgada pela UnB, "o trabalho será realizado remotamente e sob orientação de cada unidade administrativa".

Por fim, a universidade garante que "continuará acompanhando os desdobramentos da pandemia de coronavírus e manterá a comunidade informada".

Por ora, de acordo com o Ministério da Saúde, o Brasil registra 77 casos confirmados de covid-19 e mais de 1.400 suspeitos. No mundo, a doença já infectou mais de 130 mil pessoas e deixou quase 5 mil mortos.