PUBLICIDADE
Topo

Secretário de SP elogia possível chegada de Feder ao MEC: 'Tem diálogo'

Do UOL, em São Paulo

03/07/2020 15h20

Rossieli Soares, ex-ministro da Educação e atual secretário estadual da Educação de São Paulo, elogiou Renato Feder, principal nome cotado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para assumir o Ministério da Educação.

"É um nome bom, sim. Traz experiência de ter sido da rede, traz perfil de trazer prioridade da educação básica. A gente, secretário de estado, acha feliz, porque é um cara que está lá, no grupo de WhatsApp dos secretários, buscando, ajudando a encontrar soluções em conjunto. É um cara que viveu a pandemia como secretário de educação [do Paraná], tentando encontrar saídas, a gente conversa muito", disse em participação no UOL Entrevista.

"É um aspecto muito positivo, eu acho muito bom ter um ministro saído da educação básica. Eu mesmo, quando fui ministro, dei enfoque à educação básica. Não é diminuir o ensino superior, e espero que, se confirmando o nome do Renato, ele é bem-intencionado e é de diálogo", acrescentou.

"Nesse momento, o MEC precisa disso. Ele tem que ter diálogo, o MEC não pode achar que faz tudo sozinho, o MEC precisa, independentemente de governo, precisa nos ajudar a liderar esses aspectos e num momento de uma crise imensa. Quando ele sentar lá no MEC, desejo muita sorte, porque a crise financeira será muito forte. Atender o ensino superior. As universidades terão muita dificuldade com orçamento. A gente vai ter aqui no estado de São Paulo. A previsão de arrecadação é de muita dificuldade. O Renato por ter vivido isso é de muita alegria, não é um teórico, ele vem sabendo muito dos problemas", finalizou.