PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
8 meses

IBGE: Taxa de PcDs com fundamental incompleto ou sem instrução é de 67%

Em 2019, apenas 2,4% da população brasileira com 5 anos ou mais sabia usar a Língua Brasileira de Sinais, segundo o IBGE - Ponomariova_Maria/iStockphoto
Em 2019, apenas 2,4% da população brasileira com 5 anos ou mais sabia usar a Língua Brasileira de Sinais, segundo o IBGE Imagem: Ponomariova_Maria/iStockphoto

Da Agência Brasil

26/08/2021 10h59Atualizada em 26/08/2021 11h08

Dados divulgados hoje pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostram que, em 2019, 16,6% da população brasileira com deficiência possuía ensino médio completo ou superior incompleto, contra 37,2% das pessoas sem deficiência.

Também se constatou que mais de 67,6% da população com alguma deficiência não tinha instrução ou tinha o ensino fundamental incompleto; entre as pessoas sem nenhuma das deficiências investigadas, o índice era de 30,9%.

Os dados fazem parte da PNS (Pesquisa Nacional de Saúde) 2019, que também revela que, naquele ano, havia, no Brasil, 17,3 milhões de pessoas com 2 anos ou mais de idade com algum tipo de deficiência, 8,4% da população brasileira nessa faixa etária na época.

Ainda tomando por base o nível de escolarização, a sondagem identificou que, nas pessoas com 18 anos ou mais com deficiência, o índice da população com nível superior completo era de 5%, contra 17% das pessoas sem deficiência.

A pesquisa foi feita em parceria com o Ministério da Saúde, com base em amostra de 108 mil domicílios. As entrevistas ocorreram entre os dias 26 de agosto de 2019 e 13 de março de 2020, embora a data de referência da pesquisa seja 27 de julho de 2019, segundo o IBGE.

Libras

Segundo o IBGE, 3,4% da população com 2 anos ou mais de idade declararam ter muita dificuldade ou que não conseguiam enxergar de modo algum, o que correspondia a 6,9 milhões de brasileiros com deficiência visual.

No caso da deficiência auditiva, 2,3 milhões de brasileiros com 2 anos ou mais de idade declararam ter muita dificuldade ou não ouvir de modo algum, o que constituía 1,1% da população brasileira no período. Do total, 22,4% disseram conhecer a Libras (Língua Brasileira de Sinais).

A PNS investigou, pela primeira vez, se brasileiros, independentemente de serem pessoas com deficiência, sabiam usar a Língua Brasileira de Sinais. Percebeu-se que 2,4% da população com cinco anos ou mais, totalizando 4,6 milhões, sabia usar a língua.