Contra onda em SP, polícia detém alunos

São Paulo - Durou menos de 24 horas a ocupação da Escola Estadual Silvio Xavier Antunes, no bairro do Piqueri, zona norte de São Paulo. Após terem entrado no local às 22 horas desta segunda-feira, 24, os alunos maiores de idade e quatro adolescentes foram detidos, retirados, segundo a Polícia Militar, "sem uso de força", e levados até o 87° Distrito Policial para registro da ocorrência.

O grupo protestava contra medidas do governo federal na área da educação, como a medida provisória que altera o formato do ensino médio e a PEC 241, com previsão de restrição de gastos. Pela manhã, uma viatura da PM acompanhava o ato na Rua José da Silva Martha, tentando dialogar com os jovens. Segundo a corporação, à tarde um cadeado foi rompido e os estudantes levados à delegacia.

"A PM foi muito truculenta. Eles disseram que, se fosse na ditadura, nós seríamos espancados e fuzilados", disse a estudante Débora de Santana Guedes, de 19 anos. A corporação tem atuado rápido nesses casos para evitar que os protestos se alonguem por mais de 24 horas. Uma escola havia sido desocupada de forma similar na segunda-feira em Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo.

No interior, 40 estudantes ocuparam o prédio do Instituto Federal de São Paulo, em Avaré. Em Piracicaba, a Escola Estadual Pedro Moraes Cavalcanti foi ocupada por alunos do ensino médio. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos