600 mil candidatos podem ter sido afetados com falha em inscrição no Sisu

Isabela Palhares

São Paulo

  • Reprodução

    Erro durante processo de inscrição no Sisu de meio de ano

    Erro durante processo de inscrição no Sisu de meio de ano

Uma falha na base de dados do Ministério da Educação (MEC) pode ter afetado até 600 mil candidatos que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e estavam aptas para concorrer às vagas ofertadas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para o segundo semestre deste ano. O problema, segundo o ministério, já foi identificado e sanado.

As inscrições para o Sisu começaram nesta segunda-feira, 29, e vão até quinta-feira, 1º. Elas devem ser feitas no portal do programa pela internet. São ofertadas 51.913 vagas em 1.462 cursos de 63 instituições de ensino.

Segundo o MEC, foi identificado um "problema de sincronização entre as bases de dados" do ministério e do Instituto Nacional de Pesquisas e Estudos Educacionais (INEP), órgão responsável pelo Enem. Ainda de acordo com o governo federal, a falha já foi sanada.

"Os estudantes já estão sendo orientados para alterarem a senha no site do Inep. O número de potenciais candidatos afetados é de até 600 mil, que já estão recebendo informações sobre a troca de senha e acessar o sistema normalmente", diz a nota do MEC.

Para a inscrição, o candidato precisa do seu número de inscrição e senha cadastrados no Enem 2016.

Na primeira edição do Sisu deste ano, os estudantes também enfrentaram problemas por conta de uma falha na inscrição. À época, o MEC prorrogou o prazo de inscrição por dois dias.

Questionado, o ministério não informou se irá prorrogar o prazo desta edição por conta do problema detectado nesta segunda-feira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos