Funcionários querem adiar alteração no estatuto da PUC de SP

São Paulo

Professores e servidores da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) querem prorrogar por oito meses o prazo para discutir alterações no estatuto da universidade.

A Fundação São Paulo, mantenedora da instituição de ensino, propôs mudança que encerraria o processo eleitoral para o cargo de reitor e estabeleceu um prazo de 60 dias para a comunidade acadêmica debater os artigos do estatuto. Nesta terça-feira (25), foram realizadas duas audiências públicas sobre o tema. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos