A escola britânica que está ensinando ioga a alunos com autismo para reduzir crises nervosas

Uma escola no norte de Londres, na Inglaterra, está ensinando ioga a alunos com autismo para reduzir suas crises nervosas. Até agora, a iniciativa provou-se bem sucedida e vem recebendo apoio dos estudantes.

"Me preocupo com tudo. Não muito; é só uma pequena preocupação. A ioga leva as preocupações embora", diz Dominic, de dez anos.

Crianças com algum grau de autismo, como Dominic, podem se sentir perturbadas com muita informação, luzes brilhantes e barulho.

"Gosto de fazer ioga porque me deixa confortável, calma, focada e relaxada", acrescenta Ilhaan, de dez anos.

Jay, que também tem dez anos, concorda. "A ioga me deixa calmo", afirma.

Mas a prática da ioga realmente funciona?

A escola diz que diminuíram as crises nervosas dos alunos.

Segundo a coordenação, a ioga também ajuda a crianças a se expressar melhor.

Para a associação de autismo do Reino Unido, o transtorno tem um espectro amplo. Por isso, os resultado podem variar caso a caso.

Estima-se que 1% da população mundial viva com autismo. O transtorno, que não é uma doença, afeta a forma como a pessoa vê o mundo e interage com os outros.

No Brasil, segundo dados oficiais, uma a cada 68 crianças sofre de autismo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos