Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://educacao.uol.com.br/album/2012/04/24/historias-em-quadrinhos-um-modo-descontraido-de-estudar-historia.htm
  • totalImagens: 11
  • fotoInicial: 11
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20120424155040
Fotos
O revolucionário Ernesto "Che" Guevara lutou pelo socialismo, mas acabou se tornando um fenômeno de consumo da sociedade capitalista. Sua imagem está estampada nos mais diversos tipos de produtos comerciais, de biquínis a latas de cerveja. O guerrilheiro também já virou herói de história em quadrinhos, por obra de um roteirista e desenhista sul-coreano, que faz de Che um super-herói. Reprodução Mais
Os 300 guerreiros de Esparta, que "sob o comando de Leônidas" enfrentaram as legiões persas, em número muito superior (cerca de 2 milhões, segundo o historiador Heródoto), podem ser comparados aos super-heróis das histórias em quadrinhos. É assim que são vistos no álbum de Frank Miller (imagem). Para compreender a história, porém, é preciso separar os fatos das lendas. Reprodução Mais
Em tempos politicamente corretos, um herói como o Fantasma corre o risco de enfrentar um super-inimigo inesperado: a censura. Afinal, ele pode muito bem ser identificado com o colonialismo inglês na África. Mas há quem discorde disso e mostre o herói como um defensor da soberania dos povos africanos. Qual dos dois lados tem razão? Veja o que os historiadores falam desse super-herói. Reprodução Mais
Os Estados Unidos entraram na Segunda Guerra Mundial em dezembro de 1941, mas o Capitão América já estava enfrentando Hitler e Mussolini havia alguns meses. Ele foi o primeiro super-herói engajado e seu arqui-inimigo era o Caveira, um supervilão nazista. Mas o Capitão não ficou sozinho na luta contra as potências nazifascistas. Sabia que outros heróis vieram ajudá-lo? Reprodução Mais
"Estamos no ano de 50 antes de Cristo. Toda a Gália foi ocupada pelos romanos. Toda? Não! Uma aldeia povoada por irredutíveis gauleses ainda resiste ao invasor." Assim começam sempre as aventuras de Asterix e de seu melhor amigo Obelix. Criadas para divertir e não ensinar história, as tiras de Gosciny e Uderzo se transformaram num dos maiores sucessos do mundo dos quadrinhos. Reprodução Mais
Os super-heróis dos quadrinhos também participaram da Guerra Fria, a disputa travada por quase cinco décadas entre os Estados Unidos e a hoje extinta União Soviética. O Quarteto Fantástico, também adaptado para o cinema (foto), foi um dos grupos que atuou nessa frente, juntamente com o Homem-Aranha, os X-Men e o incrível Hulk. Sabia que eles ganharam super-poderes na corrida espacial? Divulgação Mais
Jim das Selvas: taí um herói dos quadrinhos que deixaria horrorizado os ambientalistas! Na sua primeira aventura, matou diversas feras, contribuindo ativamente para a extinção de várias espécies animais. Mas ele também lutou na Segunda Guerra, combatendo o Imperialismo japonês. Conheça a história real desse personagem que nasceu para concorrer com o sucesso de Tarzan. Reprodução Mais
Além de tirar coelhos da cartola, Mandrake também combatia o crime, vencendo os inimigos com hipnotismo e passes de mágica. Nas aventuras de Mandrake, pela primeira vez, um negro entrou no time dos heróis: seu ajudante, o africano Lothar. O personagem abriu espaço para outros coadjuvantes pertencentes a minorias étnicas e mostra a evolução do preconceito nos quadrinhos. Reprodução Mais
Antes de chegar aos quadrinhos, Tarzan já era um best-seller. Seu criador, o americano Edgar Rice Burroghs tornou-se um milionário. No Brasil, os livros de Tarzan foram traduzidos por escritores como Monteiro Lobato e Manuel Bandeira. O sucesso do personagem ainda aumentou mais, quando ele chegou às telas do cinema, mas em que ele pode interessar aos estudos de História? Reprodução Mais
Em suas primeiras aventuras, Tintim não era propriamente um modelo de heróis politicamente correto: criticou o solialismo em "No país dos sovietes", deu aula sobre "nossa pátria, a Bélgica" a crianças negras do Congo, e também foi acusado de antissemita, ao protagonizar uma viagem aos Estados Unidos, em "Tintim na América" Divulgação Mais
Da Antiguidade ao Colonialismo, passando pela Guerra Fria e a Revolução Russa, a História chega aos quadrinhos. Pagina 3 Mais

História em quadrinhos: um modo descontraído de estudar História

Últimos álbuns de Educação

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos