Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://educacao.uol.com.br/album/2016/03/16/veja-como-funcionam-as-escolas-administradas-pelos-pais-dos-alunos.htm
  • totalImagens: 9
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20160316050500
Fotos

Em Ubatuba (SP), um grupo de pais fundou em em 2009 a Escola Jardim Primavera, que usa a pedagogia Waldorf. Na escola, há rodízio de pais desde a compra de alimentos até a lavagem dos panos usados em sala Divulgação Mais

Pais fazem mutirão na Escola Jardim Primavera, que adota a pedagogia Waldorf. "Se a gente não tivesse a gestão participativa, se não fizesse mutirões de pintura, de jardim, de limpeza, seria o triplo do valor", diz Anna Gallafrio, que tem dois filhos na escola Divulgação Mais

Pais fazem mutirão de limpeza na Escola Jardim Primavera, que adota a pedagogia Waldorf. "Se a gente não tivesse a gestão participativa, se não fizesse mutirões de pintura, de jardim, de limpeza, seria o triplo do valor", diz Anna Gallafrio, que tem dois filhos na escola Divulgação Mais

Pais fazem mutirão na Escola Jardim Primavera, que adota a pedagogia Waldorf. "Se a gente não tivesse a gestão participativa, seria o triplo do valor", diz Anna Gallafrio, que tem dois filhos na escola Divulgação Mais

A Escola Vivendo e Aprendendo, em Brasília, não segue uma pedagogia única, mas utiliza ferramentas e ideias de pensadores que priorizem o brincar Divulgação Mais

Foto de 1986 de atividade na Escola Vivendo e Aprendendo, fundada por um grupo de pais insatisfeitos com o modelo tradicional de ensino em Brasília: "Eles procuravam uma educação mais integral, que respeitasse as outras linguagens, o desenvolvimento emocional e afetivo, sem super valorizar as outras áreas do conhecimento", explica o coordenador Renato Palet Mais

"Todas as atividades planejadas têm que flertar com a dimensão lúdica", conta Pablo Martins Carneiro, coordenador pedagógico da Escola Vivendo e Aprendendo, em Brasília Divulgação Mais

Pais pintam o muro do Quintal Escola da Leste, em Belo Horizonte, criada em 2015. "Alguns pais participam de um rodízio para apoiar os professores em sala. Quem não tem esse tempo se envolve na gestão dos alimentos ou pode ajudar a consertar um chuveiro ou participar de algumas das comissões", diz Iuri Lage, educador físico e pai da Malu, de dez meses Divulgação Mais

"A gente queria que fosse uma casa de vó. Aliás, esse nome 'escola' nem agrada tanto os pais, por isso chamamos de Quintal. A ideia é aproximar os pais da escola e que a brincadeira seja a principal linguagem", diz Iuri Lage, educador físico e pai da Malu, de dez meses Divulgação Mais

Veja como funcionam as escolas administradas pelos pais dos alunos

Últimos álbuns de Educação

UOL Cursos Online

Todos os cursos