Informações sobre o álbums
  • editoria:Fotos
  • galeria: O que a Copa tem a ver com o que você estuda?
  • link: http://educacao.uol.com.br/album/copa_do_mundo_2010_album.htm
  • totalImagens: 10
  • fotoInicial: 3
  • imagePath: http://ed.i.uol.com.br/album/
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20120126091252
Fotos
Na rodada de estreia do grupo H, a seleção chilena venceu a hondurenha por 1 a 0, mas o chileno Gary Medel aprendeu, de modo muito duro, a relação entre força atuante e quantidade de movimento, que resultou no impulso a essa bola que o acertou na testa. Sabia que é possível encontrar muitos conceitos da física no jogo de futebol? Valery/Ache/AFP Mais
Entre os méritos de Diego Maradona, técnico da seleção argentina, está a sua conhecida vitória contra o vício em cocaína, que quase acabou com ele há alguns anos. Não se trata do único caso de atleta que se vê envolvido com substâncias ilegais, muitas vezes para melhorar seu desempenho. Sabe por que muitos atletas se envolvem com as drogas? Daniel Garcia/AFP Mais
Kaká dá um "selinho" na polêmica Jabulani, bola desenvolvida para a Copa do Mundo de 2010. Desde 1994, a química tem transformado o futebol graças aos polímeros. O poliuretano tem sido usado como revestimento e o poliestireno, na parte interna. Saiba mais sobre esses materiais, cujo papel é importantíssimo em qualquer partida Reuters Mais
Não é só na Jabulani que se encontram novos materiais produzidos pela química. Também na fabricação das travas das chuteiras utilizam-se o polipropileno, além de resinas de poliuretano, elastômeros e adesivos especiais. Tudo para tornar os calçados mais leves e permitir aos jogadores maior facilidade nos dribles e passes Ricardo Nogueira/Folhapress Mais
Nos uniformes, além da propaganda dos patrocinadores, também se pode encontrar muita tecnologia. E não somente fios sintéticos, capazes de eliminar suor e calor. Com os recursos da nanotecnologia, a indústria têxtil também produz fios capazes de liberar no corpo dos jogadores cremes hidratantes, protetores solares e medicamentos Rodrigo Arangua/AFP Mais
O Japão venceu Camarões por 1 a 0 na estreia pelo grupo E, em Bloemfontein, num gramado que é um verdadeiro tapete. Os fertilizantes agrícolas, como o sulfato de amônia, juntamente com os herbicidas, servem para manter o gramado verde, firme e uniforme. Essa é mais uma ligação entre a química e a Copa do Mundo de 2010 Phil Cole/Getty Images Mais
Em cidades cuja altitude é elevada, o ar é menos denso. Isso quer dizer que a bola fica "mais leve" e o jogador precisa adequar a força do seu chute. Pois é, assim como a gravidade, a física está em campo o tempo todo Lee Jin-man/AP Mais
Ao cobrar um pênalti, Gyan fez o gol de Gana na vitória contra a Sérvia, na rodada de estreia das duas seleções. Como a cobrança foi feita por um tiro direto, a bola traçou no ar uma linha reta que, relacionada à da trave e do gramado, forma um triângulo -ponto de partida para mostrar como a geometria entra em campo Vincenzo Pinto/AFP Mais
Depois de desferido um chute, transcorrido certo período de tempo, a bola vai perdendo velocidade e o seu movimento acaba por terminar dentro ou fora da rede. Isso se deve ao atrito entre bola e gramado, quando se trata de um chute rasteiro, como este, com que Elano garantiu a vitória contra a Coreia do Norte. Saiba mais sobre o poder do atrito Richard Heathcote/Getty Images Mais
Nessa disputa entre o capitão Lúcio e Jong Tae Se, o camisa 9 da seleção da Coreia do Norte parece levantar voo. Na verdade, os jogadores não, mas a bola, quando se encontra no ar, está sujeita à ação das forças aerodinâmicas, causadas pela pressão e pela viscosidade. O futebol é um bom ponto de partida para o estudo de física Jeff Mitchell/FIFA/Getty Images Mais

O que a Copa tem a ver com o que você estuda?

Mais álbuns de UOL Educação x

Veja mais:

Últimos álbuns de Educação

UOL Cursos Online

Todos os cursos