PUBLICIDADE
Topo

Educação


Prouni: O que é, como funciona e outras dúvidas

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Do UOL, em São Paulo

29/07/2020 14h58

Por meio do Prouni (Programa Universidade para Todos), é possível conseguir bolsas de estudo parciais e integrais em instituições particulares de ensino superior.

As inscrições para o Prouni são abertas duas vezes por ano. O programa usa como forma de seleção dos candidatos o desempenho obtido no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

Veja, abaixo, perguntas e respostas sobre o Prouni.

O que é o Prouni?

O Prouni é um programa do MEC (Ministério da Educação) que oferece bolsas de estudo integrais e parciais em instituições particulares de ensino superior. Também são oferecidas bolsas para cursos sequenciais de formação específica.

Como funciona o Prouni?

O Prouni é voltado para estudantes de baixa renda e que não tenham cursado o ensino superior. A seleção para as bolsas oferecidas pelo programa é feita com base nas notas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

Como se inscrever no Prouni?

Podem se inscrever candidatos sem diploma de curso superior e que tenham participado da edição mais recente do Enem, tendo obtido uma média mínima de 450 pontos, sem zerar a prova de redação.

O processo seletivo do Prouni tem uma única etapa de inscrição, que é gratuita e deve ser feita exclusivamente pela internet, na página do Prouni. Para fazer a inscrição, o candidato deve informar o número de inscrição e senha do Enem.

Cada candidato deve escolher duas opções de curso, em ordem de preferência. É possível acompanhar a nota de corte (desempenho mínimo necessário) para cada um deles diariamente. O aluno que desejar pode trocar suas opções de curso quantas vezes quiser até o fim do prazo para inscrições.

Quem criou o Prouni?

O Prouni foi criado em 2004, na gestão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), pela Lei nº 11.096/2005.

Quando abre o Prouni?

O Prouni abre suas inscrições duas vezes por ano —uma no começo e outra na metade. As datas podem ser conferidas no site do Prouni, na aba Cronograma.

Como concorrer à bolsa de 100% do Prouni?

A opção de concorrer a uma bolsa integral pode ser selecionada no momento da inscrição. Para concorrer à bolsa com 100% de desconto, é preciso comprovar renda familiar bruta mensal de até um salário mínimo e meio por pessoa.

Quando sai o resultado do Prouni?

Os resultados serão disponibilizados sempre após o encerramento do período de inscrições. As datas de divulgação dos resultados podem ser consultadas na página do Prouni, na aba Cronograma.

Quem pode participar do Prouni?

Quem fez o ensino médio na rede pública ou com bolsa integral na rede particular pode contar com os benefícios do programa. Os critérios de admissibilidade são:

  • Ter nota média das provas do Enem 2019 de no mínimo 450 pontos e nota acima de zero na redação.
  • Ter renda familiar bruta de até um salário mínimo e meio; e
  • Ter cursado o ensino médio em escola pública ou em escola privada na condição de bolsista integral.

Também podem participar pessoas com deficiência. Professores da rede pública de ensino e que estejam no efetivo exercício do magistério da educação básica podem concorrer a bolsas exclusivamente para os cursos de licenciatura.

Como funciona a lista de espera do Prouni?

Candidatos que não forem selecionados na primeira e na segunda chamada do Prouni podem entrar na lista de espera por uma vaga remanescente.

Também podem participar os candidatos que foram pré-selecionados na primeira ou segunda opção de curso, mas não tiveram como se matricular por não formação de turma.

Para participar da lista de espera, o candidato deve obrigatoriamente confirmar o seu interesse no site do Prouni, dentro do prazo especificado no cronograma.

Como funciona o pagamento do Prouni?

No caso da bolsa integral, não é necessário nenhum pagamento por parte do estudante. Já no caso da bolsa parcial (50%), o aluno deve pagar o valor correspondente à metade da mensalidade para a instituição de ensino. O governo federal é responsável por arcar com a outra metade.

Qual a renda para conseguir bolsa integral no Prouni?

A bolsa integral só é concedida para estudantes que comprovem renda familiar bruta mensal de até um salário mínimo e meio por pessoa.

Como saber se fui aprovado na comprovação de documentos do Prouni?

Candidatos que forem selecionados no Prouni ainda precisam apresentar uma documentação que comprove as informações apresentadas no momento da inscrição (como renda, endereço, etc) para ter assegurado o direito à bolsa.

Os documentos necessários constam do site do Prouni. Mas atenção: as instituições de ensino podem pedir outros documentos além dos que aparecem listados no edital. Por isso, é importante que o candidato verifique junto à instituição de ensino em que foi pré-selecionado se é preciso apresentar algum outro documento comprobatório.

Segundo o MEC, o candidato pré-selecionado no processo seletivo do Prouni e que entregou sua documentação de acordo com o que é exigido pode se informar na própria instituição de ensino para a qual foi pré-selecionado quanto à aprovação ou não para a obtenção da bolsa. Cabe à instituição efetuar a conferência e a veracidade das informações constantes na inscrição do candidato e por ele declaradas.

Pode concorrer a uma bolsa integral no Prouni quem tem a parcial?

Sim, desde que tenha participado da última edição do Enem e atenda aos critérios de admissibilidade do programa.

Quantas vezes posso trancar o Prouni?

Pelo Prouni, não há um limite estabelecido para trancamento do curso. No entanto, o estudante bolsista deve obedecer o regime interno da instituição de ensino —portanto, se a instituição aplica um limite de trancamento aos estudantes pagantes, o mesmo se aplica ao estudante bolsista do Prouni.

Quantas dependências pode pegar no Prouni?

O estudante bolsista do Prouni pode ter até duas reconsiderações de encerramento por rendimento acadêmico insuficiente.

É possível usar o Prouni duas vezes?

Caso o estudante já tenha se formado, não pode participar novamente do Prouni. Caso contrário, não há impedimento.

Quem usou o Fies pode usar o Prouni?

Caso o estudante já tenha se formado, não pode participar do Prouni. Caso contrário, pode participar da seleção do Prouni.