Enem

Só 10 escolas públicas estão entre as 100 melhores do Enem 2011

Do UOL, em São Paulo

Entre as cem escolas com melhores notas no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2011, apenas 10 são da rede pública de ensino. Entre elas, oito são federais, duas estaduais e nenhuma municipal.

Enem por Escola 2011

Seis dessas escolas estão dentro de instituições de ensino superior, como o Colégio de Aplicação da UFV (Universidade Federal de Viçosa) que aparece em oitavo lugar no ranking geral.

Este ano, segundo o MEC, as notas da redação foram desprezadas para o cálculo da média geral. Só estão sendo consideradas as notas das provas objetivas.

Confira quais são essas escolas na lista abaixo: 

Escola Rede Cidade Estado Média Geral
COL DE APLICACAO DA UFV - COLUNI FEDERAL VICOSA MG 704,28
COLEGIO DE APLICACAO DO CE DA UFPE FEDERAL RECIFE PE 676,95
IFES-CAMPUS VITORIA FEDERAL VITORIA ES 672,48
COL MILITAR DE BELO HORIZONTE FEDERAL BELO HORIZONTE MG 668,04
INSTITUTO DE APLICACAO FERNANDO RODRIGUES DA SILVEIRA CAP-UERJ ESTADUAL RIO DE JANEIRO RJ 664,98
COLEGIO MILITAR DE PORTO ALEGRE FEDERAL PORTO ALEGRE RS 660,56
SAO PAULO ETE DE ESTADUAL SAO PAULO SP 660,55
COLTEC - COLEGIO TECNICO DA UFMG FEDERAL BELO HORIZONTE MG 656,85
COLEGIO PEDRO II UNIDADE ESCOLAR DESCENTRALIZADA DE NITEROI FEDERAL NITEROI RJ 655,36
UNIVERSIDADE TECNOLOGICA FEDERAL DO PR FEDERAL CURITIBA PR 655,24

Participam do cálculo apenas as escolas que tiveram no mínimo 10 estudantes inscritos no exame em 2012, declarados no Censo Escolar e as que seus participantes representaram pelo menos 50% do total de estudantes que irão concluir o Ensino Médio na instituição de ensino.

Melhores médias

A maior nota entre as escolas do país é a do Objetivo Colégio Integrado, de São Paulo, que obteve média geral 737,152. A escola pública com a melhor nota geral é o Colégio de Aplicação da UFV (Universidade Federal de Viçosa), em Minas Gerais, com nota 704,285.

Entre as cem escolas com melhores notas no Enem 2011, apenas 10 são da rede pública de ensino. Entre elas, oito são federais, duas estaduais e nenhuma municipal.

Renda

Entre os alunos que fizeram a prova, a maioria é proveniente de famílias com renda per capita de um a cinco salários mínimos, totalizando 83,86%.

"O Enem não é um ranking de avaliação entre escolas. Ele é uma avaliação dos alunos, dos estudantes. Portanto, é insuficiente como avaliação do estabelecimento escolar, mesmo porque temos escolas cuja natureza é muito distinta", afirmou o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, durante a divulgação dos números.

"Os melhores alunos da rede pública têm um desempenho médio superior que a rede privada", destacou o ministro. As escolas com melhor desempenho, nas palavras de Mercadante, "são colégios com poucos alunos, de tempo integral, que selecionam os alunos [que a frequentam]".

(*Com reportagem de Camila Campanerut, do UOL, em Brasília)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos